Recém-nascidos de Gravatá realizam Teste da Orelhinha no Posto 1

27 de maio de 2021

Exame é importante para detectar se a criança tem algum problema auditivo logo nos primeiros 30 dias após o nascimento


O Centro de Saúde Fernando da Veiga Pessoa, mais conhecido como Posto 1, está realizando o Teste da Orelhinha, ou Triagem Auditiva Neonatal, em recém-nascidos que moram em Gravatá.

A iniciativa da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, faz parte de um conjunto de exames importantes que é realizado no primeiro mês após o nascimento dos bebês. Através dele, o profissional detecta se o recém-nascido tem problemas de audição. 

De acordo com o Ministério da Saúde, o fonoaudiólogo tem papel fundamental durante todas as fases do processo de detecção, diagnóstico e intervenção precoce nas alterações auditivas.

Em Gravatá, a fonoaudióloga Mirela Medeiros está responsável pelo Teste da Orelhinha no Posto 1. Ela explica porque o exame é tão importante. “Primeiramente, esse é um teste da triagem auditiva neonatal e o ideal é que o bebê esteja dormindo, ou o mais tranquilo possível. Ele deve ser realizado nos primeiros 30 dias de vida para realmente ser fidedigno e dizer que foi o teste da triagem auditiva. Ele serve para a gente dizer se a criança tem audição suficiente para futuramente desenvolver a fala. Nós fazemos o teste pela primeira vez e, caso a criança não passe nele, nós pedimos para o bebê retornar até realmente os primeiros 30 dias, no máximo, e se ele não passar nós fazemos um encaminhamento para que ele faça um outro tipo de exame chamado BERA”. 

A agricultora Santana de Melo Martins, de 22 anos, é uma das mães que levou o filho para fazer o teste. Eduardo, com 22 dias de nascido, ficou chateado, chorou, mas após se acalmar conseguiu realizar o exame. “Eu moro no Bairro Novo e fiquei sabendo desse teste aqui no Posto 1 através da mensagem de WhatsApp do pessoal que trabalha no posto do meu bairro e na mensagem dizia que era pra eu vir hoje. Daí eu trouxe ele e gostei do teste. Espero que esteja tudo bem com ele”. 

O coordenador de Atenção Primária em Saúde de Gravatá, Jairo Teixeira, falou da ampliação de atendimento voltado para esse público. “É com grande satisfação que damos início a mais um serviço de oferta na linha de cuidados materno-infantil, que é o Teste da Orelhinha, que será realizado mensalmente aqui no Posto 1. Para esse serviço, nós contamos com uma profissional, uma fonoaudióloga de alta capacidade técnica que irá assistir estas crianças que não foram contempladas com esse teste na maternidade onde aconteceu o parto. Então, ter um serviço que amplia essa linha de cuidado, dar qualidade a assistência e o acompanhamento dessas crianças é de fato reafirmar o nosso compromisso com as pessoas”.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Nilson Silva (SECOM)

 

Last modified: 27 de maio de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content