Prefeitura de Gravatá convoca moradores para Orçamento Participativo em Audiência Pública

1 de julho de 2021

Prefeitura de Gravatá convoca moradores para Orçamento Participativo em Audiência Pública

Primeira Audiência Pública da Secretaria Municipal de Planejamento e Orçamento foi transmitida pelas redes sociais e falou sobre PPA, LDO e LOA

Demonstrando compromisso com as pessoas, a gestão do prefeito de Gravatá, Padre Joselito Gomes, apresentou avanços em todas as áreas nos seis primeiros meses de governo, em transmissão pelas redes sociais da Prefeitura, na primeira Audiência Pública do Orçamento Participativo, que aconteceu na tarde desta quarta-feira (30).

Na mesa, além do prefeito, estavam o secretário de Governo de Gravatá, Júnior de Paulo, o secretário municipal de Planejamento e Orçamento, Vital Medeiros, e Islane Monteiro, que é assessora estratégica da juventude, da Secretaria de Assistência Social e Juventude, e presidente do Conselho Municipal de Juventude de Gravatá. 

Em sua fala, Islane destacou que o jovem também deve enviar sugestões ao Orçamento Participativo do município. “Para nós, jovens, sempre foi muito difícil estudar em Gravatá e ter uma carreira de trabalho aqui e com esta gestão a gente está tendo, pela primeira vez, essa oportunidade de crescer, do jovem ter o primeiro emprego, de participar de oficinas. Dentro da Secretaria de Assistência Social e Juventude, a secretária Viviane Facundes dá total acesso e liberdade para ouvir os jovens e a gente sabendo da necessidade do Conselho Municipal de Juventude, fomos atrás da sua ativação e hoje ele está vigente, que é a melhor forma de ouvir e dialogar para que as políticas públicas sejam executadas”.  

O secretário de Governo de Gravatá, Júnior de Paulo, explicou que “nós estamos aqui hoje para falar da importância do Plano Plurianual (PPA), que é uma ferramenta que ajuda a gestão a acertar mais com as necessidades da população, mas para isso é preciso que a população também participe, que ela indique as necessidades do seu bairro, da cidade. Esse documento será enviado para Câmara de Vereadores pelo executivo e, se aprovado, vai ter um norte, vai ter as diretrizes, e outras ferramentas como Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), e a Lei Orçamentária Anual (LOA), que vão implementar o que está no PPA. Por isso, Gravatá merece e precisa, neste momento, da participação de todos”. 

O secretário municipal de Planejamento e Orçamento, Vital Medeiros, explica como os moradores poderão opinar no Orçamento Participativo. “Com abertura, com o diálogo se constrói um projeto, portanto o prefeito Padre Joselito convoca a população dando esse gesto concreto para ouvir, para saber onde aplicar melhor os recursos. Portanto, não se limita apenas nesta audiência a participação das pessoas, logicamente nós estaremos durante todo esse período de elaboração na prefeitura recebendo diversos segmentos, que já estão encaminhando propostas, e todas elas estarão sendo contempladas. Então, é dessa forma que a gestão está realizando o sonho de cada gravataense. Vamos participar e aí eu convoco você para acessar o site da prefeitura (www.prefeituradegravata.pe.gov.br) e lá vai estar uma aba com o nome Orçamento Participativo, clique nele e você vai participar de uma enquete indicando as prioridades para o governo”.

O prefeito, Padre Joselito Gomes, destaca que a participação popular é uma das marcas da sua gestão. “Em nosso plano de governo, depois de ouvir a população, colocamos o que a ela pediu. estivemos trabalhando em cima de um Orçamento Participativo, porque defendemos nossa gestão com uma participação ampla das pessoas e uma das formas é justamente o cidadão, a cidadã, falando, opinando, mostrando quais são as necessidades onde o dinheiro de fato deve ser gasto em sua comunidade, em seu bairro, na cidade, na Zona Rural. Daí a importância do envolvimento e participação de todos, para que possamos então, como gestão, focar naquelas necessidades que de fato a população vem apresentando como sendo importantes, para que todas as pessoas sejam contempladas e possam viver com dignidade, porque o nosso compromisso é com as pessoas”.

A próxima audiência está prevista para o dia 31 de julho, quando será apresentado o documento que a prefeitura irá encaminhar à Câmara de Vereadores, com os resultados das indicações que a população escolher como prioridades. 

Clique aqui para ter acesso à apresentação da Audiência Pública.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Marcone Barros (SECOM)

 

 

 

Last modified: 30 de julho de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content