Penúltimo dia da Live Solidária mostrou um show de variedades sonoras

15 de junho de 2021

As apresentações prestigiaram estilos como MPB, forró, sertanejo, piseiro e pop rock

A Live Solidária, promovida pela Prefeitura de Gravatá, por meio das Secretarias municipais de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer e de Comunicação Social e Imprensa, chegou com a proposta de ajudar a classe artística da cidade, mas certamente quem mais ganhou foi o público, que pôde assistir às apresentações no conforto de casa, de diversos lugares, e curtir inúmeros estilos.

O final da tarde e começo de noite do domingo (13) foi embalado com esta riqueza de estilos, com as apresentações de Paulo Taciano, Luizinho Santos, Luizinho de Gravatá, Ricardo Alegria, João Lucas e Pedrinho, Danillo Henrique, Rodrigo Lins e os Implacáveis, Gercino Vanerão, Faby Mel e Renato Souza. 

O sol ainda brilhava quando Paulo Taciano abriu a Live Solidária deste domingo e presenteou os internautas com grandes sucessos da MPB e Bossa Nova. Em seguida, Luizinho Santos foi a primeira apresentação do dia que trouxe o estilo que está no auge: piseiro. 

A terceira apresentação foi com um artista que trouxe super sucessos do Rei do Baião: Luizinho de Gravatá. Vestido a caráter, tal qual Luiz Gonzaga, Luizinho cantou, entre o vasto repertório, o hino nordestino Asa Branca, Olha pro Céu e Pagode Russo. “Para mim, foi uma honra participar desse momento. Hoje, se estivéssemos em tempos normais, nós não iríamos parar, pois apesar de ser comemorado um dia antes, no Dia dos Namorados, hoje é Dia de Santo Antônio. Quero agradecer a Prefeitura de Gravatá pela ideia de prestigiar nossa classe, que está sofrendo muito com essa pandemia”. 

Ricardo Alegria subiu ao palco logo em seguida, cantando sucessos do pop rock nacional, com músicas que foram sucesso com a banda Roupa Nova e os cantores Lulu Santos e Sá e Guarabyra. Ele disse: “Eu quero agradecer de coração e parabenizar pela iniciativa de fazer essa Live. Está bem difícil ficar longe dos palcos, do público. Não foi a mesma coisa, mas foi um alento para nossa classe que está sofrendo muito com a pandemia”.

A Live Solidária deu espaço para outra expressão artística: a poesia. O professor Edson Francisco recitou poemas e aproveitou o espaço para ressaltar que os cuidados com o uso de máscara, distanciamento social e álcool 70° devem continuar, pois a pandemia não acabou. 

Na sequência, João Lucas e Pedrinho trouxeram o sertanejo e empolgaram os internautas com os sucessos atuais, além de Danilo Henrique com o forró da atualidade.

Rodrigo Lins e os Implacáveis trouxeram sucessos do pop rock nacional e internacional, interpretando canções dos Beatles, Queen e a nacional RPM. Rodrigo também gostou da ideia da prefeitura. “Foi um prazer enorme participar, foi uma iniciativa muito válida. Tocamos há anos e colocamos músicas favoritas da banda e que o público sempre gostou das nossas apresentações”.

O final da Live Solidária do domingo contou com as apresentações voltadas para  o forró e piseiro. Gercino Vanerão empolgou a todos, em seguida Faby Mel prestigiou o forró das antigas e por último, Renato Souza, que subiu ao palco perto da meia-noite, tocou sucessos como a estourada Batom de Cereja.

Os artistas criaram uma comissão e viram mais uma forma de ajudar a categoria. Quem puder e quiser contribuir, pode realizar doações pelo PIX 81-99154-0504. 

 

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Nilson Silva (SECOM)

 

Last modified: 15 de junho de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content