Mulheres de Gravatá participam de curso de manipulação de chocolate

15 de junho de 2021

Da iguaria, amada por muitos, podem ser produzidos bombons, trufas e pirulitos de dar água na boca e garantir renda o ano inteiro


26 mulheres de Gravatá estão participando de um curso de manipulação de chocolate, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), até a próxima sexta-feira (18). A iniciativa partiu da Secretaria Municipal da Mulher e contou com o apoio da SEDEC para acontecer.

As alunas estão divididas em duas turmas, às 14h e às 18h, respeitando os protocolos sanitários, e estão aprendendo a fazer trufas, bombons, pirulitos, entre outras opções produzidas com o doce apreciado no mundo inteiro.  

Charmone Moura é chocolatier, profissional que faz produtos com chocolate, e é professora do curso. Ela já trabalha com o ingrediente desde 2017 e garante que a venda acontece o ano todo. 

Ela explica como surgiu a ideia de ensinar o ofício para outras mulheres. “Eu procurei a secretária Ester, falei que tenho esses cursos de chocolate, participei também de cursos grátis com chocolates, dessa mesma forma como está sendo oferecido aqui. Eu trabalho com chocolate há muito tempo, então devido a pandemia, eu vi que tem muitas pessoas desempregadas desde o ano passado. Eu me prontifiquei e disse que gostaria de ministrar esse curso pela prefeitura. Ela me perguntou quais seriam as vantagens do curso e eu disse que hoje minha renda é o chocolate. Garanto que a pessoa não trabalha apenas na época da Páscoa, mas na verdade você ganha dinheiro durante o ano todo. Trufas, lembranças de casamento, surpresa de aniversário, você pode vender casquinhas para cafeterias, então o leque para trabalhar com chocolate é extenso e elas podem ganhar uma renda extra. Ester e o prefeito padre Joselito abraçaram a causa e graças a Deus hoje está acontecendo”.

A secretária da Mulher de Gravatá, Ester Gomes, fala que esta é uma das ações da gestão municipal voltadas às gravataenses. “Esse curso surgiu a partir de uma procura pela própria professora, considerando que a secretaria já tinha isso na sua pauta, que era a gente começar a desenvolver cursos profissionalizantes para poder gerar emprego e renda, então foi uma das primeiras pessoas a qual a gente fez essa junção de forças e na sequência nós nos reportamos para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico que também aceitou de pronto, na pessoa do secretário João Paulo, e nas pessoas dos secretários executivos Josias Teles e Lidiane Bezerra, enfim toda equipe abraçou a ideia. Começamos a traçar isso, montamos toda a logística e estrutura necessárias, de modo que estamos iniciando hoje e esse é um curso de muitos outros que teremos, principalmente porque está no foco do prefeito padre Joselito Gomes. A gente busca autonomia financeira nesse momento para as mulheres de nossa Gravatá, vindo das mais variadas comunidades, segmentos e hoje estamos dando esse pontapé inicial”.

O secretário executivo de Desenvolvimento Econômico, Josias Teles, ressaltou que estimular o empreendedorismo é uma das funções da gestão do prefeito padre Joselito. “Tão logo Ester chegou aqui na secretaria, que trouxe a proposta do projeto, o secretário João Paulo reuniu eu, Lidiane, debatemos e abraçamos a ideia, porque a secretaria tem esse objetivo de trabalhar o empreendedorismo e o feminino é muito importante para o município de Gravatá. Então hoje estamos aqui recebendo essas mulheres, com esse curso importante para elas, que são empreendedoras achar Charmone, que é a pessoa que está ministrando esse curso, ela tem uma história, tem um exemplo de vida e ela vai servir de referência para essas mulheres que estão começando a aprender essa missão importante para poder empreender em Gravatá, até porque é uma cidade muito charmosa e o chocolate faz parte desse cenário de turismo. No sul do país, por exemplo, a gente sempre é recebido nas cidades turísticas com o chocolate e suas variedades. Então, elas estão fazendo esse curso que é muito importante para a cidade, importante para vida dessas mulheres e a partir daquele curso elas vão poder também ganhar um dinheiro. O empreendedorismo é importante porque as pessoas passam a desenvolver as suas habilidades”.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Anderson Souza e Marcone Barros (SECOM)

 

Last modified: 15 de junho de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content