Transparência e planejamento: Prefeitura de Gravatá discute metas e ações do governo municipal

30 de outubro de 2018

Foto: Divulgação/ SECOM Gravatá

Uma das grandes preocupações da equipe de gestão do atual governo tem sido a transparência nas contas públicas, visando sempre a clareza nas informações e o acesso facilitado para a população. 

16 cidades de Pernambuco foram selecionadas para participar do projeto “Transparência e participação social na gestão pública local”. Gravatá não foi só selecionada, como tornou-se sede para a realização de atividades que serão desenvolvidas com todos os finalistas durante os anos de 2017 à 2020. O Programa Gestão Cidadã, é executado pela AMUPE (Associação Municipalista de Pernambuco), com apoio financeiro da União Européia.

A articulação do governo com a população, a criação de mecanismos de participação social, a consolidação de gestão transparente e participativa e a implantação de sistemas que atendam os requisitos das Leis Federais de Transparência são os quatro critérios de base do Projeto, atendendo os interesses públicos de forma transparente e inclusiva, como forma de preparar os municípios para dar respostas mais eficientes às necessidades da população e atender às prerrogativas constitucionais brasileiras a respeito do tema.

Nesta fase do projeto as equipes compostas por representantes do governo e do povo estão recebendo materiais de apoio e capacitações para elaborar um plano de ação municipal, visando principalmente o aperfeiçoamento dos sistemas e tecnologias, proporcionando mais facilidade no acesso aos serviços e prestação de contas.

Em 2017 Gravatá conseguiu a quarta colocação no ranking de transparência de Pernambuco, onde em 2016 apareceu em 10º lugar e em 2015 era o 77º. Disposto a melhorar ainda mais esta colocação e os serviços ofertados.

Last modified: 30 de outubro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content