Setembro Amarelo: Gravataenses saem em passeata pelas ruas do bairro Maria Auxiliadora

30 de setembro de 2019

Fotos: Bruno Santana/SECOM Gravatá

Na manhã desta segunda-feira (30), a Secretaria de Assistência Social, em parceria com a Secretaria de Saúde, promoveu uma caminhada pelas ruas do bairro Maria Auxiliadora em alusão ao Setembro Amarelo, mês oficial do combate ao suicídio. Vestidos de amarelo e com balões nas mãos, os gravataenses alegraram os locais por onde passaram, levando amor e empatia.

Com saída da Capela São José, seguindo até o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS IV, a passeata contou com os profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF, dos estudantes da Escola Maria Alice da Veiga Pessoa, além de moradores da localidade. Após a caminhada, os envolvidos participaram de palestras, oficinas e atividades físicas no próprio CRAS.

A Coordenadora do CRAS IV, Flaviane Rocha, explicou a importância da presença de crianças e de idosos durante a ação.

“A criança é uma multiplicadora de conhecimento e é, por isso, que é importante trabalhar esse tema com elas. Com a participação de crianças em eventos como esse, fazemos com que elas cresçam com a ideia de que é essencial cuidarmos e estarmos rodeados de amigos. Os mais jovens são o futuro de tudo e estamos plantando essa semente para termos um bom resultado. Além disso, estamos com vários idosos aqui, que são atendidos pelo centro, com o objetivo de não deixá-los ociosos e manter a mente deles sempre ocupada”, pontuou. 

Iracema de Lira disse que já participou de outras ações desenvolvidas pelo CRAS. A moradora do bairro Maria Auxiliadora contou o que achou do evento de hoje.

“Já participei de outras passeatas como essa. É muito importante falar desse assunto, mas fazer isso através de uma atividade tão boa, como caminhar, tudo fica ainda melhor”, registrou.

Tamires Assis é nutricionista do NASF do mesmo bairro. Ela explicou como o suicídio está atrelado à pressão social em relação ao corpo e ainda disse como evitar problemas de saúde.

“Uma boa alimentação evita diversos tipos de doença e é essencial que nossa mente e nosso corpo estejam saudáveis. A alimentação adequada atrelada a exercícios físicos ajuda bastante no combate à depressão e ao suicídio, pois, dessa forma, a pessoa está investido na sua saúde e bem-estar”, destacou.

Last modified: 30 de setembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content