Prefeitura, representantes dos blocos e órgãos de segurança articulam últimos detalhes para o Carnaval 2018 – Prefeitura de Gravatá Prefeitura, representantes dos blocos e órgãos de segurança articulam últimos detalhes para o Carnaval 2018 – Prefeitura de Gravatá

Prefeitura, representantes dos blocos e órgãos de segurança articulam últimos detalhes para o Carnaval 2018

5 de fevereiro de 2018

O prefeito Joaquim Neto reuniu-se na manhã desta segunda (5) com representantes da Polícia Militar, Civil, Bombeiros, Conselho Tutelar, Vigilância Ambiental, Promotoria e Secretarias de Defesa Social, Infraestrutura e Meio Ambiente e realizadores de blocos para debater o planejamento das ações de segurança no período do Carnaval.

O TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, feito em 2017, foi debatido e alterado alguns pontos, para que seja a lei seja cumprida e que haja um entendimento entre as partes.

“O objetivo maior é fazer com que os eventos ocorram de forma segura, tranquila e de acordo com a lei. Prezamos pelo bem estar tanto do folião quanto da população gravataense que opte por não brincar o Carnaval, para que o direito de todos seja respeitado.” Falou o Major Saraiva, comandante da 5ª CIPM.

Foram acertados horários e percurso de cada bloco, coleta de resíduos, limpeza e interdição de vias, policiamento e fiscalização, programação e estrutura. Para que cada bloco vá às ruas é necessária a apresentação do alvará de funcionamento e da licença ambiental que está isenta de pagamento, sendo solicitada apenas uma contribuição ambiental, ficando o idealizador do bloco responsável pelo plantio de árvores no município.

A Delegada Danúbia Andrade, falou sobre o reforço e a atuação policial durante as festas.

“Essa ação preventiva é para promover a paz no Carnaval de Gravatá, alertar e deixar todos cientes do que pode ou não ser feito. Quem infringir a lei será abordado e punido, não iremos admitir arruaças, paredões são proibidos e qualquer tipo de agressão ou atentado ao pudor será penalizado.” Disse.

A pontualidade dos eventos foi destacada como fundamental para que o cronograma seja seguido e que todos os órgãos de segurança possam se organizar. O tempo máximo de duração é de 6h por bloco, não podendo exceder 1h da madrugada.

Para atender a demanda e proporcionar mais segurança, o efetivo policial vai receber reforço. A polícia Militar vai contar com 370 agentes que fazem parte do 5º CIPM mais 65 policiais da Diretoria de Policiamento Especializada (BIESP e Cavalaria). A Polícia Civil fará o lançamento de 40 agentes, tendo plantão 24 horas na Delegacia de Gravatá. Os Bombeiros e a Vigilância Ambiental, além de já estarem realizando um trabalho preventivo antecipado, durante a semana carnavalesca atuará na fiscalização. A Guarda Municipal dará suporte no trânsito e segurança dos eventos.

“Cada ponto deve ser debatido detalhadamente para que tudo seja acertado e que todos estejam de acordo e cumpram com o que foi combinado. Queremos que o Carnaval de Gravatá seja realizado, que nossa tradição seja preservada e que todos possam brincar com segurança.” Afirmou o prefeito Joaquim Neto.

Last modified: 5 de fevereiro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content