Segunda noite do GJF é marcada por misturas, suingue e tradição

11 de fevereiro de 2018

Suingue e tradição  marcaram a segunda noite do Gravatá Jazz Festival (GJF), que espera receber mais de 10 mil pessoas em cada um dos dias de evento. Em sua terceira edição, o festival conta com uma estrutura maior do que suas antecessoras, o que proporciona ainda mais conforto e segurança ao público presente. Na programação deste domingo (11), grandes nomes, como Blues Etílicos, a mais antiga e importante banda de blues do Brasil, Blues Explosion e Mamou Ba, subiram ao palco principal do evento, montado no Parque Chucre Zarzar , centro de Gravatá, a partir das 20h,

Quem iniciou a festa foi a  Blues Explosion, projeto formado pelo guitarrista mineiro Gustavo Andrade e pelo carioca Jefferson Gonçalves, uma das principais referências da gaita no Brasil e no mundo. Jefferson tem um estilo musical inconfundível e original, marcado por misturas autênticas onde estilos diferentes se unem para criar sonoridades tipicamente brasileiras. Assim, é possível identificar em suas apresentações desde influências norte-americanas até ritmos nordestinos, como forró, baião, xaxado e maracatu. Em seus anos de experiência, Jefferson viaja por todo o Brasil – e pelo mundo – promovendo fusões, diálogos e intercessões entre gêneros aparentemente distintos. Com tamanha versatilidade, já tocou para públicos bem diversos, apresentando-se em algumas das melhores casas de blues do planeta, como Teatro San Martin, em Buenos Aires, Blue Note, em Nova York, Deep Ellum Blues, no Texas e Bamboo Room, na Flórida.

O compositor, arranjador e multi-instrumentista senegalês Mamour Ba, com enorme babagem musical antropológica africana, foi o segundo a subir ao palco, às 21h. O músico, que vem investigando ao longo dos anos os ritmos tradicionais do continente africano, imprime em suas apresentações uma linguagem própria, com visão musical carregada de riqueza melódica e rítmica. Ele vem ao GJF acompanhado do filho Cheikh, na bateria, e da filha Deynaba, no piano. No seu show, o público apreciou um trabalho totalmente autoral, com composições influenciadas por ritos e ritmos tradicionais do Senegal, com pitadas de jazz e improvisação. Esta é a primeira vez que Ba se apresenta em Pernambuco.

A banda Blues Etílicos foi convocada para fechar a noite do segundo dia de GJF deixando todo o público com gostinho de quero mais. O grupo, o mais antigo do gênero em atividade no Brasil, possui uma extensa obra autoral, iniciada ainda em meados dos anos 80. A densidade do blues, a energia do rock e o balanço da música brasileira são os três elementos básicos que regem o som da banda. Assim, a guitarra slide de Otávio Rocha e a gaita de Flávio Guimarães remetem diretamente ao blues, seja pontuando ou por meio de solos eletrizantes. O contrabaixo de Cláudio Bedran e a bateria de Beto Werther garantem o groove sólido e suingado. O vocalista e guitarrista Greg Wilson comanda com segurança e estilo próprio. Na discografia da banda, dez álbuns e um DVD.

Mais uma vez, após os shows no palco principal do evento, a música continou nas Jam sessions realizadas pelos restaurantes parceiros do GJF – Barito Fondue, Mague Beer e Taverna Suíça. A primeira casa a receber os encontros musicais improvisados entre os músicos locais, nacionais e internacionais é o Taberna Suíça, às 22h, com Olegario Lucena, banda e convidados. O Barito Fondue, às 23h, promove apresentações de VaGouvea e convidados. Já a festa no Mangue Beer começa às 00h. No palco, Big John, Raul Neto, Júnior Bass, Bruno Costela e convidados.

 

 

Restaurante Taverna Suíça, às 22h
Onde: Av. Cícero Batista de Oliveira, s/n, Alpes Suíços – pista local, às margens da BR-232
A partir das 22h. Informações e reservas: (81) 3533-0299. Couvert artístico: R$ 9,90

 

11 de fevereiro – Domingo
Olegario Lucena (vocal e guitarra) e banda.

 

Barito Fondue, às 23h

Onde: Av. Cicero Batista de Oliveira, 1778, BR-232. (Via Local sentido Recife Caruaru, próximo ao Hotel da Serra). Informações: (81) 3155-3066 ou 99914-9849

 

Dia 11/02: Domingo | Jam Session
23h00 – VaGouvea
Convidados

 

Mangue Beer, 00h

Onde: Rua Duarte Coelho, 271 – Nossa Senhora das Graças, Gravatá (No antigo restaurante João e Maria). Informações: (81) 99632-8781

 

Dia 11/02 I Jam Session
A Partir das 00h

Big John
Raul Neto
Júnior Bass
Bruno Costela
Convidados

 

 

 

Last modified: 11 de fevereiro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *