Saúde em destaque: Pacientes aprovam o bom atendimento no hospital público

17 de janeiro de 2019

Fotos: SECOM / Gravatá

A nova aparelhagem técnica na realização de exames, a qualificação das equipes médicas e a qualidade dos atendimentos no Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa vêm trazendo bons resultados e repercussão entre a população gravataense. 

A satisfação de pacientes e familiares com o serviço ofertado tem se tornado notória nos relatos que correm de boca em boca pelas ruas da cidade. 

Exemplo disso é o caso da moradora do bairro do centro, Jacira dos Santos Monteiro, de 85 anos, que deu entrada no hospital municipal durante o mês de janeiro. Tanto a paciente, quanto a sua filha, Vilma Monteiro, manifestaram publicamente a satisfação nos cuidados recebidos pela senhora e elogiaram a gestão do Prefeito Joaquim Neto e a sua dedicação com a saúde pública do município.

Com sintomas bastante diferentes do que é esperado em um paciente com pneumonia, Dona Jacira chegou ao hospital com diarreia e vômito. Bastaram alguns exames para que o diagnóstico fosse dado. A agilidade nos procedimentos iniciais fizeram com que a descoberta precoce da pneumonia possibilitasse um tratamento mais eficaz, o que resultou no restabelecimento da saúde da idosa.

Vilma Monteiro falou do bom atendimento que sua mãe recebeu por todos do hospital e sobre o sucesso no tratamento.

“Os sintomas da minha mãe eram diferenciados. Não eram os sintomas da pneumonia. A equipe médica foi muito eficiente. Se eles não estivessem atentos, teria passado despercebido. Graças a Deus tudo ocorreu bem, desde o primeiro atendimento. O que me chamou a atenção também foi a simpatia e cordialidade de todos, desde os enfermeiros, médicos, até a mulher do cafezinho e o pessoal da limpeza. Todos nos ajudaram muito. Nada faltou para minha mãe,” falou.

Diante do caso, a Diretora Geral do hospital, Dra. Denise Oliveira, disse que alguns sintomas típicos da pneumonia não aparecem em pacientes idosos e que é necessário que o hospital esteja atento a isso na hora de realizar um diagnóstico.

“Em um paciente idoso, principalmente se for diabético, os sintomas da pneumonia são mascarados. Não são os mesmos sintomas que uma pessoa mais jovem apresenta. Muitas vezes, o cansaço, a febre não aparecem. Dependendo do quadro geral do paciente, que não apresenta os sintomas típicos, faz-se necessário um exame completo de raios X, para a efetiva confirmação da doença”, disse.

A paciente ficou 10 dias internada no hospital de Gravatá e agora já está no seio do lar ao lado de sua família. A história de Dona Jacira Monteiro é apenas mais uma de tantas outras que revelam que o compromisso com a saúde pública é prioridade na gestão municipal.

Last modified: 17 de janeiro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content