Robótica e educação: Professores de ciências e matemática do município participam de capacitação nesta quarta (7)

7 de agosto de 2019

Foto: Bruna Oliveira/SECOM Gravatá

Os professores de  Ciências e Matemática das escolas Edgar Nunes Batista, Amenayde Farias do Rego Barros e Escola Municipal da Serra estão participando de uma capacitação sobre a relação entre robótica e educação. A formação teve início na terça-feira (6) e segue até esta quarta (7), no auditório da Secretaria de Educação.

As oficinas são resultado da parceria realizada entre a Prefeitura de Gravatá, através da Secretaria de Educação, com o Grupo Educação Digital (GED), empresa formada pelas editoras VIVA e PNE, que atuam na publicação de livros paradidáticos e na elaboração de projetos pedagógicos na área de tecnologia educacional, junto aos estados e municípios brasileiros. O objetivo da capacitação foi preparar os profissionais para o desenvolvimento de sequências didáticas que abordem o tema da robótica em sala de aula.

“Utilizar os laboratórios de robótica deixa a aula mais atrativa e o ensino se torna mais significativo. Além disso, os alunos aprendem uma nova rotina na sala de aula, fazendo o uso de uma coisa que eles já conhecem muito, que é a tecnologia. Tudo isso torna a aula mais agradável e os jovens ficam mais interessados. A rotina que é utilizada pelos projetos durante as aulas,  por meio de trabalhos em grupo, faz com que os estudantes desenvolvam novas competências, levando isso para as suas próprias vidas”, destacou o Consultor Pedagógico responsável pela formação, Alderir Cavalcante.

A professora de Ciências e Matemática da Escola Municipal da Serra, Maria Cardoso, comentou sobre a experiência em ter participado dos encontros.

“Essa é a primeira vez que estou participando de uma capacitação como essa, que é de suma importância. Eu já tinha ouvido falar desse projeto do GED, através da escola da minha filha, mas não tinha o conhecimento de como inserir a robótica nas nossas atividades pedagógicas nas disciplinas de Ciências e Matemática, de forma integrada. Por exemplo, vimos aqui que o software não serve apenas para a construção de um robô, mas ele, também, possibilita o estudo dos conteúdos que já são vistos na sala de aula. No primeiro dia de formação, vimos a questão do trabalho pedagógico propriamente dito e, hoje, trabalhamos com a construção em si de robôs. Se todos os professores se sentiram crianças com os robôs aqui, então, tenho certeza que as crianças e jovens das nossas escolas também irão adorar”, enfatizou.

Além das aulas práticas e teóricas, os professores receberam material didático durante a formação. Os educadores também receberam acesso a uma plataforma, onde poderão continuar se capacitando através de cursos online.

Last modified: 7 de agosto de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content