Riacho do Mel terá empreendimento que trará oportunidade de emprego para gravataenses

14 de abril de 2021

Pedido partiu do prefeito padre Joselito e também será pensado um equipamento comunitário para o entorno da localidade

 

O prefeito de Gravatá, padre Joselito Gomes, recebeu os empresários da Fronte Imóveis, no gabinete do Paço Municipal, na tarde desta quarta-feira (14).

Participaram da reunião o vice-prefeito e secretário municipal de Turismo, Júnior Darita, além dos procuradores municipais, Marllon Lima e John Lennon, a secretária executiva de Controle Urbano, Nathalia Andrade, e o arquiteto analista da prefeitura, Édson Pereira. 

O grupo, que é especializado em loteamentos e condomínios horizontais e, em cinco anos de atuação, já possui empreendimentos em 10 municípios de Pernambuco, teve interesse em construir o Loteamento Serra do Mel, em Riacho do Mel, na estrada que dá acesso ao distrito de Mandacaru. 

Eduardo Gonçalves é sócio administrador da Fronte Imóveis, e ele explicou porque o bairro foi escolhido. “Identificamos, naquele local, um vetor de crescimento da cidade de Gravatá, então vimos potencial imobiliário na região e a carência desse tipo de empreendimento que estamos propondo. A construção terá estrutura diferenciada, com piso intertravado, a pavimentação também que foi um dos pontos discutidos com a prefeitura, além de qual equipamento comunitário trazer para a cidade para dar qualidade de vida para todo o entorno”.  

O vice-prefeito e secretário municipal de Turismo, Júnior Darita, destacou pontos cruciais para a parceria. “Quando fomos procurados pela Fronte Imóveis foi muito gratificante para nós, porque eles têm vários empreendimentos em cidades de renome do estado, como Vitória de Santo Antão, Caruaru e Arcoverde. Quando eles manifestaram interesse de vir aqui, desde 2017, e foram travados, resolvemos dar celeridade a esse processo, porque Gravatá precisa que esses empreendimentos aconteçam”.

Júnior Darita complementa que “nosso compromisso com o gravataense é gerar emprego e renda e a imobiliária Fronte vem também com essa possibilidade. Nós pedimos a eles que a mão-de-obra seja de Gravatá, que o material seja comprado aqui e que eles entrem nessa paixão que nós temos pelo sucesso que vamos apresentar à cidade”.  

O prefeito padre Joselito falou sobre outra contrapartida da gestão. “Mais um empreendimento que chega a Gravatá, que seja bem-vindo, um empreendimento que irá trazer o benefício social e nós vamos escolher aqui em nosso município qual setor está em situação mais urgente para que possamos corresponder com essa parceria”.

Padre Joselito pontua que “temos, por exemplo, falta de calçamento em muitas ruas, principalmente em bairros da periferia, saneamento, espaços de convivência e lazer, de modo que vamos eleger uma determinada situação como também na área da saúde, ação social, para que este empreendimento possa, então, destinar o valor que é de direito para que possamos colocar ali os benefícios que a própria população aguarda”, enfatizou.  

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Anderson Souza (SECOM)

 

Last modified: 14 de abril de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content