Prefeitura celebra Dia de Proteção às Florestas com plantio de árvores e caminhada ecológica

17 de julho de 2017

Fotos: Anderson Souza / SECOM Gravatá

Em alusão ao dia de Proteção às Florestas, celebrado nesta segunda (17), foi realizado um plantio de mudas de árvores no Parque da Cidade. A ação foi realizada em parceria da Secretaria de Meio Ambiente com a Secretaria de Saúde, através do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

O plantio aconteceu no Parque Monsenhor Paulo Cremildo Batista de Oliveira, conhecido como Parque da Cidade, que vem constantemente recebendo ações educativas de arborização.

“O Parque é um exemplo de preservação ambiental, envolvemos toda a comunidade na reconstrução desse espaço para que se sintam parte do projeto e nos ajude com os cuidados.” Afirmou o Educador Ambiental, Mário Alves.

Ainda como parte da programação, uma caminhada ecológica movimentou as ruas de Gravatá, cerca de 45 idosos participaram das ações que envolveram atividades físicas e o plantio de árvores.

“Tenho 67 anos e é a primeira vez que planto uma árvore. É algo muito gratificante saber que essa minha ação vai contribuir com o bem estar de outras pessoas.” Afirmou Rosa Baiana, que participa do NASF há sete anos.

“Praticamos muitas atividades físicas no Parque da Cidade e acho que temos a responsabilidade de cuidar desse espaço. As atividades que realizamos hoje levam a mensagem de que além de cuidarmos do nosso corpo precisamos cuidar também do meio ambiente a nossa volta.” Disse o Educador Físico do NASF, Wellington Bezerra.

Segundo o Coordenador do Parque da Cidade, Biu Henrique, no primeiro semestre já foram plantadas 200 mudas e a programação é que até o final do ano o número chegue a 400 árvores no parque.

“Esse ambiente é um pulmão verde na cidade, estamos trabalhando para que as pessoas possam desfrutar da natureza e tenham o espaço como referência ambiental. As ações da Secretaria também estão sendo estendidas para outras áreas da cidade, temos o intuito de proporcionar a uma melhoria na cobertura vegetal e na qualidade de vida do povo.” Falou.

 

 

Last modified: 17 de julho de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *