Projeto Criança Feliz: Secretaria de Assistência Social inicia visitas domiciliares

21 de novembro de 2018

SECOM/ Gravatá

O dia hoje começou de forma especial para a família de Daniela Santos. Ela recebeu em sua residência a visita da equipe da Secretaria de Assistência Social que através do projeto Criança Feliz proporciona o fortalecimento dos vínculos familiares.

“Estou muito feliz com as visitas e é bom, pois aprendemos a nos comunicar e a brincar com as nossas crianças. Muitas vezes, nossos filhos têm algum ‘probleminha’ e não percebemos. Então, a interação nos ajuda a perceber pequenos detalhes que, às vezes, passam despercebidos”, disse Daniela, mãe do pequeno Yuri Leandro, 1 ano e 8 meses. 

 

Além da família de Daniela, o serviço está contemplando outros lares gravataenses.

As visitas tiveram início há duas semanas e estão sendo realizadas na área urbana por 35 profissionais e estagiários da Secretaria de Assistência Social.  O cronograma de atendimentos ocorre de acordo com o mapeamento realizado pelos Centros de Referência de Assistência Social – (CRAS) do município.  

A estudante de Pedagogia Larissa Rodrigues, uma das estagiárias que atuam no programa, explica quais são realizados os procedimentos.

 

“No primeiro momento, a gente preenche uma ficha com os dados da mãe e da criança para saber a demanda daquela família. Depois, realizamos atividades de interação na própria residência e isso é muito importante, pois o contato com os pais ou responsável ajuda no crescimento dos pequenos”, falou.

 

Para dar início ao projeto, a Prefeitura de Gravatá promoveu uma capacitação para os estagiários das áreas de Psicologia, Pedagogia e Assistência Social. 

O projeto Criança Feliz tem como objetivo reforçar o vínculo entre as crianças com os pais ou cuidadores e, também, entre gestantes, suas famílias e/ou seus companheiros, através de visitas em suas residências.

O Coordenador do projeto, Alison Pereira, explica que apenas famílias com gestantes e/ou com crianças de 0 a 3 ou 0 a 6 anos que recebem Benefício de Prestação Continuada  – (BPC) podem participar da ação.

 

“Para receber as visitas e participar do projeto Criança Feliz, é necessário estar inscrito no Cadastro Único – (CadÚnico) ou programas sociais. Essa ação é de suma importância, pois auxilia o fortalecimento de vínculo familiar”, disse o coordenador.

Last modified: 21 de novembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content