Prefeitura realiza ações em combate ao Câncer de Colo de útero – Prefeitura de Gravatá Prefeitura realiza ações em combate ao Câncer de Colo de útero – Prefeitura de Gravatá

Prefeitura realiza ações em combate ao Câncer de Colo de útero

25 de janeiro de 2018

As Unidades de Saúde da Família estão com uma programação especial no mês de janeiro. Além da campanha Janeiro Roxo, Todos contra a Hanseníase, a Prefeitura de Gravatá, através da Secretaria de Saúde, aderiu ao Movimento do Janeiro Verde que tem como principal objetivo intensificar a conscientização sobre o câncer de colo de útero.

Profissionais da Saúde estão oferecendo gratuitamente palestras e distribuição de materiais informativos, para que a população entenda o que é a doença, como tratar e o mais importante: como prevenir. A ação teve início nesta quinta (25), no Distrito de Mandacaru, e reuniu moradoras da comunidade que receberam dicas importantes para cuidar da saúde.

 De acordo com dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer, o tumor de colo do útero atinge 16 mil mulheres no Brasil por ano, o que faz dele o terceiro tumor mais frequente na população feminina e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. A transmissão mais comum é pelo vírus do HPV (Papiloma Vírus Humano).

Prevenção 
Uma das principais formas de prevenção é a vacinação contra o HPV, que reduz a chance do desenvolvimento de lesões do colo uterino induzidas pelo vírus, precursoras do câncer. Além disso, há outras formas importantes: limitar os parceiros sexuais, não fumar, praticar atividade física regularmente e usar preservativo em todo ato sexual.

Sintomas
O câncer de colo de útero é silencioso e pode não apresentar sintomas em fase inicial. No entanto, com o passar dos anos, sem tratamento, a doença evolui. Os primeiros sinais são dor na pelve, sangramento no ato sexual ou espontâneo fora do período menstrual, corrimento, dor durante o ato sexual, verrugas ou feridas no colo do útero e , quando em caso mais avançado pode apresentar caso de anemia devido a perda de sangue, além de dores nas pernas, costas, problemas urinários ou intestinais e perda de peso.

Tratamento
A cirurgia quimio e radioterapia estão entre os tratamentos mais comuns para o câncer do colo do útero, dependendo do estágio da doença, tamanho do tumor, entre outros fatores.

Last modified: 25 de janeiro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content