Prefeitura de Gravatá apresenta projetos ao ministro do Turismo em Brasília

12 de março de 2021

O secretário Júnior Darita apresentou projetos relevantes que vão impulsionar o turismo da cidade

Na quinta-feira (11), o secretário de Turismo de Gravatá, Júnior Darita, teve audiência com o ministro do turismo, Gilson Neto, em Brasília. A reunião teve o objetivo de apresentar cinco projetos que irão valorizar o município do Agreste do estado e incrementar a procura dos turistas pela já conhecida Suíça pernambucana.

O ministro Gilson Neto enumerou os projetos apresentados. “Nós recebemos aqui em mãos vários projetos que Gravata realmente precisa, como a revitalização do Polo Moveleiro, com ideia parecida com a usada em Gramado/RS; o Centro de Exposições de Animais e Eventos, pois todos sabem que Gravatá é uma cidade que tem grande criação de cavalo, gado, tecnologia rural; outro projeto é o Centro Cultural de Gravatá, pois destaco o talento musical da cidade e da região”. 

Gilson Neto continuou: “temos ainda o Caminhos do Turismo, excelente ideia para a gente fazer e melhorar o fluxo e a mobilidade das pessoas na BR-232; e o Pórtico Inteligente, que vai permitir controlar e identificar os carros que entram na cidade melhorando a questão da segurança de todos. Contem com o apoio do Ministério do Turismo, pois sou gravataense de coração, fui criado na cidade, tenho laços profundos e todos esses projetos tem viabilidade econômica, pois Gravatá tem grande fluxo, tem um dos faturamentos turísticos mais altos de Pernambuco. Isso representa geração de emprego e renda”, finalizou. 

O secretário municipal de Turismo, Júnior Darita destacou os maiores interesses do Ministério. “O ministro ficou empolgado com os projetos apresentados, em especial com o Centro de Exposições, que seria construído na BR-232, próximo ao Portal de Gravatá, e o pórtico inteligente da cidade, que será construído nos dois sentidos da via, nós agradecemos a recepção do ministro e sabemos que Gilson Neto faz de coração e de respeito às raízes”, ressalta.

 

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

 

Last modified: 12 de março de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content