Prefeito visita Cemitério de Santo Amaro em Gravatá e confere a situação caótica do local

29 de janeiro de 2021

A visita foi um pedido da administração do logradouro, que passa por sérias dificuldades estruturais

 

O Cemitério de Santo Amaro de Gravatá, local onde deveria existir o sentido de dignidade e acolhimento no momento de dor, foi encontrado pela gestão do prefeito padre Joselito em situação até desumana, tanto para os trabalhadores do local, quanto para as famílias que enterram os parentes lá.

Entre os problemas encontrados no espaço, que existe há 62 anos, estão a ausência de um local para velório, não tem banheiro para visitantes há décadas, algumas fiações estão expostas e a necrópole não possui sequer um arquivo com o registro das pessoas que estão enterradas.

A situação ficou pior com a pandemia do novo coronavírus, pois algumas covas precisaram ser abertas nos corredores, onde deveriam ser o local de passagem dos visitantes.

Josenildo Vicente é diretor do cemitério e relata que “a situação do local estava pior há 29 dias atrás. A principal queixa é a falta de espaço, que não existe nem para gaveta, nem para chão. Então solicitei a presença do prefeito para ele ver a situação de perto, tomar uma atitude e resolver isso. Esperamos que fique marcado em Gravatá um novo governo, que trabalhe com a finalidade de melhorar o espaço, a higiene, o atendimento às pessoas. Sabemos que esse é um lugar que ninguém se sente bem, mas queremos que as pessoas saiam daqui com a sensação de que deixaram seu ente querido em um local adequado, respeitoso”, disse.

O prefeito padre Joselito Gomes avaliou triste o cenário encontrado no cemitério. “Eu não sei como é que o Cemitério de Santo Amaro de Gravatá, durante todo o tempo que ele existe, não encontrou a atenção que deveria ao longo desse tempo por parte de gestores. Mas nós formamos uma comissão e a partir do que vimos e ouvimos constatamos aqui e buscamos fazer o melhor dentro do possível e da legalidade. Então a equipe que irá cuidar desta realidade aqui estará se encontrando e apresentando a demanda, olhando do ponto de vista financeiro, jurídico, do meio ambiente, do espaço que se tem, ou seja, cada detalhe será refletido com muito respeito, responsabilidade e determinação, porque Gravatá não quer apenas palavras, quer solução”.

O Cemitério de Santo Amaro possui 2.500 túmulos entre rotativos pelo município e particulares. Ele está localizado na Rua do Alecrim, sem número, no bairro Cruzeiro. O horário de atendimento da administração é das 7h às 11h e das 13h30 às 17h. Além dele, Gravatá possui necrópoles em São Severino, Uruçu-Mirim, Mandacaru, Cotunguba e Russinhas.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo
Fotos: Nilson Silva

 

Last modified: 29 de janeiro de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content