Prefeito recebe representante da UAB Polo Gravatá que apresentou o funcionamento da Universidade Aberta em Gravatá

18 de fevereiro de 2021

Durante a conversa foi firmado o apoio pela Secretaria de Educação
para possibilitar a ampliação de vagas em Gravatá

O prefeito de Gravatá, Padre Joselito Gomes, ao lado da secretária de Educação e chefe de Gabinete, Ninha Professora e Lucas Noia, recebeu o coordenador da Universidade Aberta do Brasil – UAB, polo Gravatá, Dayvesson Bezerra.

O encontro, que foi articulado pelo reitor da Universidade de Pernambuco, prof. Pedro Falcão, e pelo coordenador de Ensino a Distância, prof. Renato Moraes, foi uma oportunidade onde os presentes puderam conhecer mais sobre o funcionamento do polo UAB na cidade. Atualmente, a Universidade Aberta do Brasil, que é ligada ao Ministério da Educação, oferece cursos superiores à distância em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e a Universidade de Pernambuco (UPE). Mais recentemente, em parceria inédita com a Fiocruz, ofereceu em Gravatá cursos voltados para a área de saúde pública.

O padre Joselito destacou que “durante a campanha, ouviu bastante queixas sobre a ausência de ensino universitário em Gravatá”. Ainda, o prefeito também falou da importância de contar com este polo na cidade, e se mostrou disposto a ajudar no que puder, enquanto gestor municipal.

A secretária de Educação colocou a pasta totalmente à disposição para ser um elo institucional junto ao Polo de Gravatá. Ainda, em articulação com o prefeito e o chefe de gabinete, Ninha Professora informou que irá desenvolver alguns projetos, dentro da secretaria, para possibilitar a UAB que expanda a oferta de vagas nos cursos superiores.

Para o coordenador, “esse momento foi de extrema importância, pois em gestões anteriores a UAB – polo Gravatá não tinha espaço de escuta na gestão municipal”. Ainda, segundo Dayvesson, essa parceria será muito importante, inclusive na divulgação das vagas existentes, para que mais gravataenses possam ser contemplados com o ensino superior público, gratuito, e de qualidade.

Fotos: Marcone Barros (SECOM)

 

Last modified: 18 de fevereiro de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content