Prefeito Joaquim Neto cria projeto para incentivar os produtores de leite e queijo em Gravatá

20 de janeiro de 2020

Fotos: Fernando da Hora / SECOM Gravatá

O Prefeito Joaquim Neto se reuniu nesta sexta-feira (17), em seu gabinete, com representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), do Banco do Nordeste e com os produtores de queijo e leite da região. O objetivo do encontro foi discutir a criação de um projeto que desenvolva estratégias para o incentivo e aumento da fabricação e comercialização desses produtos no município, através de capacitações e apoio financeiro aos profissionais do ramo.

“Gravatá era uma das maiores bacias leiteiras do estado e percebemos que o número de produtores tem diminuído bastante. Esse projeto vem para estimular os investimentos no setor, promovendo financiamentos, capacitações e melhorias na qualidade do produto gravataense”, explicou o prefeito.

Na ocasião, foi realizada uma degustação de queijos especiais, doces e outros derivados do leite, produzidos fora do município e que os produtores terão a oportunidade de conhecer o processo de fabricação, para poderem implementar essas técnicas em seus negócios. Uma das etapas do projeto será a visitação dos produtores gravataenses a esses grandes centros de produção, como Garanhuns e Minas Gerais, por exemplo.

“Nesse encontro, reunimos os produtores rurais para ouvi-los com o intuito de que possamos nos programar pra trazer capacitações sobre esses produtos e serviços. A ideia de levá-los para realizarem visitas técnicas a lugares cuja produção está mais desenvolvida surge, exatamente, porque isso fará toda a diferença pra que eles se desenvolvam e mais produtores surjam, resgatando essa atividade tão importante em Gravatá”, esclareceu a Gerente Regional do Sebrae, Débora Florêncio.

 

“Esse projeto é uma grande oportunidade para o Banco do Nordeste poder fazer parte dessa iniciativa. Não existe desenvolvimento sustentável em uma região se não houver parceria. Essa proposta do Prefeito Joaquim Neto de investir nos produtores rurais e buscar alternativas pra aumentar a produção no município é muito louvável,” destacou Maria Elizabeth Barros, Gerente Geral do Banco do Nordeste em Gravatá.

A proposta agradou os produtores, que ficaram animados com a possibilidade de aprender novas técnicas, podendo expandir a criação de animais e variar na fabricação dos queijos e derivados do leite.

“Minha família já trabalha no setor há mais de trinta anos e nunca tivemos um incentivo desse. Ninguém nunca tinha valorizado o pequeno produtor rural antes. Acho isso muito importante, porque vamos ter a oportunidade de ver como é uma indústria maior e isso servirá de referência para que nossos projetos possam dar certo”, disse Maria Gerlane Correia de Melo.

Last modified: 20 de janeiro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content