Prefeito de Gravatá visita obras do Parque Ambiental Janelas para o Rio

5 de fevereiro de 2021

Local abrigava o antigo Matadouro da cidade e vai se tornar um espaço ideal para a prática esportiva

Os 10.200 m2 de área localizados no terreno do antigo Matadouro Público de Gravatá será o destino ideal de quem pratica esportes e aprecia o meio ambiente a partir do mês de junho deste ano.

O Parque Ambiental Janelas para o Rio terá a metade da área destinada para a construção de equipamentos e lazer, como pista de caminhada e corrida, quadra esportiva, anfiteatro, quiosque, sanitários, sinalização e iluminação pública. A outra metade será voltada para a preservação ambiental, com vegetação paisagística, plantação de mudas e área de reflorestamento.

O projeto é uma parceria entre a prefeitura e o Governo do Estado, com o investimento que gira em torno de R$ 2,5 milhões. Além de Gravatá, as cidades de Caruaru e São Caetano, também no Agreste, foram contempladas pelo projeto, que tem o objetivo de proteger as margens dos rios Capibaribe e Ipojuca.

De acordo com a secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, “o parque tem o conceito de lazer, educação ambiental e valorização do rio. Temos o trabalho de atenção ao idoso, área infantil e a questão da convivência harmoniosa com a água”.

O secretário municipal de Infraestrutura, Ricardo Malta, destacou que “esse parque irá contemplar os moradores da área leste da cidade, uma vez que a população da área oeste tem o Parque da Cidade. Observamos que muitas pessoas usam a via local para praticar a caminhada, corrida e, com esse espaço, será feita a prática esportiva de forma segura e saudável”.

O prefeito padre Joselito Gomes fez uma analogia com o conceito do que era o antigo equipamento público onde ficará o parque. “Aquilo que era um ambiente de morte, pouco a pouco vai renascendo, sendo humanizado e passa a ser um ambiente que sinaliza vida, tanto na natureza, como no ser humano que vai frequentar esse parque. Cada vez mais queremos buscar melhorias para nossa população, olhando inclusive para o entorno dele, pois será um local mais digno para morar”, destacou.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo
Fotos: Ednaldo Lourenço (SECOM)

Last modified: 5 de fevereiro de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content