Operação Bar Seguro: Vigilância Sanitária verifica regulamentação de estabelecimentos em Gravatá

29 de abril de 2019

Em uma ação conjunta da Prefeitura de Gravatá, com o auxílio da Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar, Corpo de Bombeiros e o 5º Comando de Investigação da Política Militar – (CIPM), alguns estabelecimentos comerciais do município foram notificados e interditados neste mês de abril devido a irregularidades identificadas, através da Operação Bar Seguro.

Na noite da última sexta-feira (27), dois bares foram interditados devido à falta de documentação atualizada e problemas com a higiene sanitária. Além disso, os espaços apresentavam hospedagem para casos de exploração sexual. Mais outros dois estabelecimentos foram notificados por motivos de irregularidade nos padrões de higiene e problemas, também, com a documentação. A Vigilância Sanitária, ao notificar estes dois estabelecimentos, estipulou um prazo para a regularização destes quesitos para evitar uma possível interdição, como aconteceu com os dois anteriores.

“É importante que os donos de estabelecimentos comerciais se previnam contra interdições e notificações. Isto é possível através da atualização documental, com o alvará da prefeitura e licença da Vigilância Sanitária em dia. Também é importante que a empresa atue dentro da atividade que está discriminada na documentação, evitando possíveis transtornos,” explica Dr. Carlos Romero, Secretário Executivo da Vigilância Sanitária.

A Operação Bar Seguro tem o objetivo de verificar e prezar pela regulamentação de estabelecimentos, desde a segurança com relação ao cumprimento dos padrões mínimos de higiene determinados pela Vigilância Sanitária, até as questões referentes à regularização da documentação e a observância do cumprimento das leis que preservam a integridade de crianças e adolescentes nestes espaços, como é o caso do Estatuto da Criança e do Adolescente – (ECA), por exemplo. Esta é uma iniciativa que tem o apoio da Prefeitura de Gravatá e que há 3 anos vem intensificando a fiscalização destes estabelecimentos para garantir a segurança de toda a população.

Last modified: 29 de abril de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content