MUNICIPALIZAÇÃO DO TRÂNSITO DE GRAVATÁ À CAMINHO

31 de janeiro de 2017

transito-1024x768

O prefeito Joaquim Neto se reuniu hoje(31) pela manhã no Paço municipal com Charles Ribeiro,  diretor presidente do DETRAN/PE,  para tratar dos trâmites que envolvem a municipalização do trânsito de Gravatá entre outros assuntos relacionados a mobilidade urbana no município. Se trata de uma visita inédita de um diretor do órgão estadual à cidade, que em 2008, na última gestão do prefeito eleito, criou uma lei para concretizar essa municipalização que foi engavetada pelos governos posteriores. Nesse encontro ficou acertado a formalização de um convênio para que, até o final do ano,  a  autarquia municipal de trânsito se torne uma realidade.

A municipalização, denominada tecnicamente “integralização”, traz a autonomia para administração municipal para gerir o trânsito da cidade, ter acesso aos dados do Denatran, fiscalizar e expedir autos de infração. E ainda, promover junto ao Detran estadual ações de planejamento para dar maior organização e fluidez ao trânsito local. Cerca de 60% do recursos gerados pelos autos ficarão no município e poderão ser investidos em melhorias no setor local.

1“É um processo gradativo, o Detran vai investir na capacitação dos agentes locais e o prefeito vai encaminhar uma lei com modificações para se adeque a realidade atual. O Detran continuará a parceria com o município em ações educativas, investirá especialmente nos períodos de grande eventos na cidade e estará sempre dando apoio a toda e qualquer ação de planejamento do trânsito na cidade”, afirmou Ribeiro adiantando que o primeira ação em conjunta será Fórum Itinerante de Educação no trânsito que virá para a Gravatá nos próximos meses.

“O Fórum será uma ação importante, pois vai reunir representantes da sociedade civil, mototaxistas, agentes de trânsito, pedestres e estudantes  em diversas ações educativas , sobre pilotagem defensiva, palestras sobre traumatologia com profissionais da Universidade de Pernambuco  exibição de audiovisuais entre outros eventos. Gravatá precisa de investir na educação para o trânsito” afirmou Joaquim, que disse ainda que,  com a municipalização Gravatá se alinha a outros municípios que hoje tem um trânsito mais organizado. Uma  ação deu certo em cidades como Petrolina, Caruaru e outras.

Outra tema debatido na reunião foi a locação de uma casa para transferir  a estrutura do Detran instalada no Polo Moveleiro para outra casa com mais espaço e confortável e assim implantar todo o sistema, tanto estadual como municipal.

Last modified: 13 de fevereiro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *