Moradores do bairro do Jucá agradecem ação em combate ao Aedes Aegypti

4 de maio de 2018

Fotos: Anderson Souza / SECOM Gravatá

Na manhã desta sexta-feira (4), moradores do bairro do Jucá se reuniram para agradecer os trabalhos realizados pela Prefeitura de Gravatá em combate ao mosquito Aesdes aegypti.

Há algumas semanas o carro da UBV pesada tem reforçado as ações promovidas pela Secretaria de Saúde. O veículo tem passado pelos bairros mapeados que possuem maior vulnerabilidade a proliferação do mosquito, combatendo com inseticida os mosquitos adultos. A agente comunitária do bairro há 21 anos, Cleide de Holanda, afirma que os investimentos tem melhorado bastante a qualidade do trabalho.

“Quando nos dão condições de trabalho, nos capacitam, oferecem equipamentos e dão o suporte que a gente precisa, tudo fica melhor. Hoje eu posso ir na casa dos meus vizinhos e trabalhar com mais qualidade, porque tenho como fazer isso e as pessoas já sentem a diferença também.” Afirmou.

Os moradores relatam que a limpeza realizada às margens do rio somada as passagens frequentes do veículo do carro UBV e da união dos moradores tem melhorado bastante o dia a dia na região.

“Antes era muita muriçoca, a gente sofria, não conseguia nem ficar com os vizinhos conversando na calçada. Estamos muito felizes em ver que as coisas estão realmente acontecendo, que não é só promessa.” Disse Fernando Ferreira, morador da rua Mateus de Melo há 25 anos.

A população também tem tido sua parcela de contribuição nas melhorias. A atenção para os reservatórios domésticos e a parceria entre a gestão pública e a população tem um impacto muito positivo.

“A gente nunca teve espaço para falar, dizer o que estávamos precisando, dar sugestões e até agradecer por algumas ações. Acho que é importante que a população se reúna, se ajude e não só cobre quando algo está errado, mas também reconheça quando é feito algo bom, há oito anos não passava essa dedetização aqui no bairro e agora, graças a Deus, tudo está melhorando.” Falou Jura da Barraca, morador e comerciante do bairro.

A Secretaria de Saúde também tem distribuído repelentes para gestantes e crianças entre dois e quatro anos, medida que protege e previne a contaminação de arboviroses.

 

Last modified: 4 de maio de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content