Jovens e idosos atendidos pela Secretaria de Assistência Social emocionam o público em apresentações natalinas

27 de dezembro de 2019

Bruno Santana / SECOM Gravatá

O Natal de Paz e Luz 2019 de Gravatá contou com uma participação especial na programação desta quinta-feira (26). Os jovens e idosos atendidos pelos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e pelo Centro de Convivência de Idosos (CCI), administrados pela Secretaria de Assistência Social, tomaram a Praça Rodolfo de Morais e emocionaram o público com uma cantata natalina e a encenação da peça teatral “Quebra Nozes”, que envolveu vários ritmos musicais como balé, hip hop e dança do ventre.

“O que aconteceu nessa noite é fruto de um trabalho realizado em prol de um único objetivo, que é fazer com que a cidade de Gravatá possa reconhecer seus valores e seus talentos. Vimos aqui grandes artistas, que vai da criancinha até nossos idosos, e que se apresentaram muito bem, em uma festa feita pelos gravataenses e para os gravataenses. Essas apresentações revelam todo o nosso serviço de assistencialismo à população, que vem mostrando que o nosso esforço não tem sido em vão”, registrou o Secretário Executivo de Assistência Social e Juventude, Fernando Júnior.

 

“Não há nada que pague ver a alegria no olho de cada criança e a felicidade estampada no rosto de cada idoso. Sinto que nosso objetivo foi cumprido, ao promover momentos de felicidade e oportunidade para que todos possam participar e aprender coisas novas. Sou muito grata ao Prefeito Joaquim Neto por ter me dado essa missão de cuidar da nossa gente e isso inclui levar arte para todos os públicos”, disse, emocionada, a Secretária de Assistência Social, Ana Lourdes.

Maria Nicole da Silva, 11 anos, que participa das atividade do CRAS 1, do bairro do Cruzeiro, participou do coral e falou sobre sua experiência ao cantar em praça pública.

“Foi uma sensação muito boa, nova, algo que nunca vou esquecer. Gosto bastante de participar das atividades do CRAS. Poder mostrar o que a gente aprende pra tanta gente foi uma grande experiência e estou muito feliz”, enfatizou.

Fabiana Morais assistiu ao espetáculo no qual a filha Ana Beatriz, 11 anos, fez uma apresentação de balé. Orgulhosa, a mãe destacou a importância do CRAS para o desenvolvimento da adolescente.

“Achei muito lindo, muito bonito, me emocionei de verdade. Vê-la dançar balé e se sentindo tão feliz me faz querer estimulá-la ainda mais. O CRAS tem sido muito bom pra ela, já que, lá, ela tem aulas de música, dança, participa de gincanas e tantas outras coisas. Antes, ela passava muito tempo ocioso em casa, mas, agora, ela tem um lugar pra ir depois da escola e aprender mais”, falou a mãe de Beatriz, que frequenta o CRAS 4, do bairro Maria Auxiliadora.

Last modified: 27 de dezembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content