IX Conferência Municipal de Saúde foi realizada nesta sexta-feira (12)

12 de abril de 2019

Fotos: SECOM / Gravatá

A IX Conferência Municipal de Saúde foi realizada nesta sexta-feira (12) no Hotel Três Palmeiras, localizado no bairro Nossa Senhora das Graças, sob o tema “Saúde Não é Favor. É Direito!”. 

O encontro reuniu todos os delegados que foram escolhidos nas pré-conferências de saúde realizadas no município, além do Prefeito Joaquim Neto, a secretária de saúde Fernanda Santana, o representante do Conselho Estadual de Saúde, Carlos Tavares, autoridades locais e representantes das instituições da cidade.

O objetivo da conferência foi debater as propostas para as melhorias da saúde pública, mobilizando representantes da sociedade civil para traçar e avaliar as diretrizes expostas. As propostas que foram aprovadas pelos delegados serão apresentadas na Conferência Estadual de Saúde, que acontece nos dias 7 e 8 de maio, em Garanhuns.

O evento antecede a 8ª Conferência Nacional de Saúde, que abordará em 2019 o tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”.

Como palestrante do evento, o município recebeu o Secretário de Saúde de Caruaru e professor universitário especialista em saúde pública, o Dr. Francisco Santos que, ao discutir sobre o tema da conferência, afirmou que a população precisa compreender o funcionamento do Sistema Único de Saúde – (SUS) para valorizar e cobrar das autoridades a qualidade dos serviços oferecidos.

“Falar do SUS é muito importante. A população inteira usa esse sistema, mas não tem, muitas vezes, noção disso. Então, é sempre bom ter a oportunidade de falar com o público em geral que usa o serviço, mas não entende como funciona, até para valorizar mais. Eu faço questão de participar de eventos como esse para falar sobre a saúde, porque quanto mais as pessoas entendem, mais elas tornam-se empoderadas para lutarem pelos direitos,” enfatizou.

 

“O evento nos permitiu realizar debates sobre os desafios da saúde pública atual e, também, escolher as propostas que serão apresentadas e defendidas, na Conferência Estadual em Garanhuns”, relatou André Carvalho, Presidente do Conselho de Saúde do município e coordenador da conferência municipal.

Carlos Tavares, Conselheiro Estadual de Saúde do segmento dos trabalhadores e funcionário do Ministério da Saúde há 39 anos, diz que as conferências são necessárias para que o atual governo tome providências para melhorar a saúde pública.

“São de grande importância as conferências, porque temos que discutir com esse atual governo federal, sobre a questão da saúde, levando propostas desenvolvidas aqui para a conferência. A situação em que se encontra a saúde em nosso país, no estado e nos municípios precisa de uma melhor atenção. Entender que em 1986 os trabalhadores construíram o Sistema Único de Saúde, nos leva a concluir que não era para ele funcionar da forma que está funcionando hoje. Mas esperamos que o governo federal possa dar um melhor atendimento ao pessoal e que possa assumir verdadeiramente o papel que está na Constituição. Saúde é um direito da nação,” registrou.

 

“É importante a população saber a realidade do SUS de hoje em dia, pois falta recursos, porque saúde é uma coisa cara, mas estamos aqui para batalhar e trazer o melhor para atender a todos. O governo é do povo e estamos com o povo para enfrentar as demandas da saúde pública do nosso município,” falou o Prefeito Joaquim Neto.

Além da palestra, teve uma apresentação teatral sob o título: “Acolher é um compromisso”, composta por um grupo de agentes municipais de saúde. Houve a leitura do Regimento Interno e das propostas das pré-conferências de saúde. A conferência nacional será realizada em Brasília, do dia 4 a 8 de agosto.

Last modified: 12 de abril de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content