Integrantes do Programa Mãe Gestante participam de encontro no Círculo Operário – Prefeitura de Gravatá Integrantes do Programa Mãe Gestante participam de encontro no Círculo Operário – Prefeitura de Gravatá

Integrantes do Programa Mãe Gestante participam de encontro no Círculo Operário

4 de maio de 2018

Fotos: Anderson Souza- SECOM Gravatá

Na tarde desta quinta-feira (4), a  Secretaria de Assistência Social e Juventude de Gravatá, em parceria com a Secretaria de Saúde, realizou palestra no Círculo Operário para as participantes do Programa Mãe Gestante.

O programa tem o objetivo de acompanhar a mãe desde a concepção até os três anos de vida do filho. Após este período, a família se insere no programa Criança Feliz, que continua assegurando os direitos até os seis anos de idade da criança.

“Este programa teve início em outubro do ano passado e está sendo concretizado agora. Sempre foi uma preocupação do prefeito Joaquim Neto, em ter um olhar mais humanizado para as nossas gestantes e conseguimos um resultado muito importante. Durante esse tempo, Promovemos uma série de reuniões e palestras, e entregamos as gestantes  um kit que conta com uma parte do enxoval, incluindo roupas, banheira e muito mais.” Disse Fernando Júnior, secretário executivo de Assistência Social e Juventude.

A coordenadora do Mãe Gestante, Ananery dos Santos Oliveira, explicou que estas reuniões ocorrem mensalmente nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) com todas as gestantes que são inseridas por região.

“A partir do terceiro mês de gestação, a mulher inicia o pré-natal e logo em seguida pode iniciar a participação no programa. Muitas delas não tem a facilidade de chegar até o Posto de Saúde, então os coordenadores dos CRAS, os assistentes sociais e os psicólogos fazem este acompanhamento junto de toda a família”, explicou a coordenadora.

O programa também visa diminuir o índice de mortalidade e esclarecer dúvidas explicando sobre parto humanizado, prevenção de doenças, nutrição, orientação sexual, encaminhamentos médicos, entre outros assuntos.

“Desde que o programa teve início em Gravatá, o índice de mortalidade de recém-nascidos diminuiu, pois para participar é obrigatório que a mãe esteja fazendo o pré-natal corretamente. Essa é uma ação que oferece mais segurança e saúde para as mamães do município.” Completou a coordenadora.

Last modified: 4 de maio de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content