Gravatá 127 anos: Prefeito inaugura monumento em homenagem ao Dr. Tomé Rios Monteiro

15 de março de 2020

Fotos: Fernando Santana / SECOM Gravatá

Seguindo com as comemorações do aniversário de 127 anos de Gravatá, o prefeito Joaquim Neto inaugurou na manhã deste domingo (15) o monumento em homenagem ao Dr. Tomé Rios Monteiro , instalada na Praça que também ganhou seu nome, na rua da Paz, bairro da Boa Vista.

“Essa é uma pequena grande obra que impacta a vida da comunidade. Nossa cidade sempre foi diferenciada e precisamos valorizar as pessoas que fizeram por Gravatá e que marcaram nossa história. Essa nova geração precisa conhecer quem muito fez pelo município, afinal só se ama o que se conhece”, destacou o prefeito.

A população do bairro fez questão de estar presente na inauguração e na entrega de mais um equipamento público totalmente revitalizado. A Pracinha recebeu melhorias, como a instalação de lâmpadas de Led, restauração dos bancos e calçadas e manutenção no jardim e arborização.

“Essa pracinha tem um grande significado para nós, portanto eu só tenho o que agradecer pelos cuidados que esta gestão tem por nossa cidade. Por muitos anos esse espaço esteve abandonado e agora está essa beleza, uma área de lazer para nós e uma justa homenagem a quem tanto contribuiu por nossa Gravatá”, falou Carlos Alberto, conhecido como Kaia, morador do bairro há 57 anos.

Filha de Dr. Tomé, Vilma Monteiro, veio dos Estados Unidos para prestigiar o momento e agradeceu, em nome de sua família, pela homenagem.

“Ver meu pai ser eternizado na cidade que ele tanto amou é algo que não tem preço. Essa estátua representa um pouco, do tanto que ele fez por todos nós. Ele tinha prazer em trabalhar por Gravatá, foi o primeiro dentista do hospital e colecionou amigos ao longo de sua vida, tenho muito orgulho da pessoa e profissional que ele foi e só tenho o que agradecer ao prefeito, por manter viva sua memória”, destacou.

Quem foi Tomé Rios Monteiro?

Nascido em 21 de dezembro de 1910, na cidade de Maragogi, Alagoas, Tomé Rios Monteiro escolheu Gravatá para chamar de lar e fez história e construiu família na cidade que o acolheu de braços abertos.
Cirurgião Dentista por formação, ele foi o primeiro dentista que trabalhou no Hospital Virginia Guerra, hoje Hospital Municipal Doutor Paulo da Veiga Pessoa.
Filho de pais músicos, Tomé deixou inúmeras peças musicais, inclusive missas. Ele é patrono da cadeira 22 na Academia de Artes e Letras de Gravatá – ALAG, homenagem concedida pelo seu trabalho em reescrever e registrar na memória dos munícipes a história de Gravatá.
Tomé faleceu em em 21 de novembro de 2002, deixando saudades e um grande legado.

Last modified: 15 de março de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content