Gestantes e Agentes Comunitários de Saúde estão recebendo repelentes e protetores solares da Secretaria de Saúde

27 de fevereiro de 2019

Foto: Bruna Olievira/SECOM Gravatá

Na manhã desta quarta-feira (27), a Secretaria de Saúde distribuiu protetor solar e repelente para os Agentes Comunitários de Saúde. A entrega aconteceu no Círculo Operário, onde cerca de 160 agentes estiveram presentes. A ação é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Saúde de Gravatá e a do estado de Pernambuco, através da IV Gerência Estadual de Saúde – (GERES).

Os kits possuem dois repelentes e um protetor solar. O intuito é prevenir os agentes do contágio das arboviroses, doenças virais causadas por arbovíros, como o zika vírus, a febre chikungunya e a febre amarela. Durante essa época do ano, as enfermidades causadas por esses vírus tendem a aumentar por causa das chuvas de verão e pelo ciclo reprodutivo dos mosquitos transmissores. Como os Agentes Comunitários de Saúde são os profissionais que mais estão vulneráveis a este tipo de contágio, além de estarem expostos diariamente ao sol, o Ministério da Saúde organizou esta ação para a categoria.

A agente de saúde, Luana Alavares esteve presente na reunião e comentou sua opinião acerca da reunião e dos serviços comunitários.

“Nós trabalhamos com a prevenção e a saúde. Promovemos o bem-estar da população através da conscientização. A distribuição destes repelentes irá ajudat bastante no combate às arboviroses”.

Durante o momento das entregas, os agentes puderam adquirir mais informações sobre as formas de transmissão dos vírus e as procedências que devem ser tomadas em casos de suspeita de contágio. O momento também serviu para que os servidores fossem capacitados para orientarem a população no combate à proliferação dos mosquitos nesta época do ano.

A Secretária de Saúde Fernanda Santana marcou presença no encontrou e explicou a importância da ação e dos serviços dos Agentes Comunitários de Saúde.

“Além de estarmos cumprindo com a nota técnica do Ministério da Saúde, estamos ressaltando a importância dos agentes do município na prevenção dessas doenças. Temos um desafio anual de combater os mosquitos causadores de arboviroses, através da conscientização da população, pois os focos dos mosquitos geralmente estão nas próprias casas”.

A partir desta quinta-feira (28), os repelentes também estarão disponíveis nas unidades de saúde para as gestantes e crianças com mais de 12 anos, que formam o público considerado como prioritário neste contexto.
Atualmente, há aproximadamente 500 gestantes cadastradas nas unidades de saúde do município. Segundo a Presidente da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde, Tatiana Fradique, o município contém um estoque de repelentes que pode durar cerca de quatro meses para auxiliar na prevenção das doenças.

Tatiane Fradique ainda comentou sobre a ação e sobre o empenho da gestão em investir na saúde dos moradores da cidade.

“Essa ação reforça o compromisso e o cuidado que a gestão tem com os gravataenses. Nós temos o objetivo de levar uma melhor qualidade de vida às pessoas através da prevenção. Desta forma, conseguimos garantir melhores índices de saúde no município”.

Last modified: 27 de fevereiro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content