Funcionários da Secretaria de Meio Ambiente participam de curso do IBAMA

23 de agosto de 2019

Funcionários da Secretaria de Meio Ambiente de Gravatá concluíram nesta quinta-feira (22) um curso ministrado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), no prédio da universidade ASCES Unita, em Caruaru. Com o objetivo de capacitar gestores ambientais de municípios de Pernambuco, o curso teve o apoio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO). A formação teve duração de três dias, tendo iniciado na terça (20).

Além do município de Gravatá, o curso teve representantes das Secretarias Municipais de Meio Ambiente das cidades de Recife, Caruaru, Pesqueira, Bonito e Toritama. Dos servidores de Gravatá, participaram da formação Mário Alves, que ocupa o cargo de Supervisor Ambiental, Marcone Torres, que é fiscal e responde pelo licenciamento ambiental no município, Alexandre Ferreira, Assistente Administrativo Ambiental e Hortência Marina, que está atuando como estagiária na Secretaria de Meio Ambiente. Na ocasião, eles levaram uma proposta para o restante do grupo para que Gravatá possa sediar os próximos encontros que tratem de interesses comuns aos municípios pernambucanos, com o intuito de fortalecer a gestão ambiental a nível regional.

“Durante esse esse curso, nos capacitamos em assuntos específicos como os processos de licenciamento ambiental, por exemplo. Além disso, adquirimos bastante conhecimento sobre o bioma da caatinga e sobre novas fontes de recursos da nossa região. A partir dessa formação, conseguiremos trazer novos projetos para o nosso município de forma integrada a outras cidades”, explicou Mário Alves.

Nas aulas, os representantes dos municípios participantes estudaram e puderam discutir, também, sobre temas como a fiscalização no âmbito federal e municipal, unidades de conservação (desde sua criação, manejo e recursos necessários para adquirir), além de terem sido abordados os principais problemas encontrados em cada município e as possíveis soluções a serem traçadas quanto aos impactos ambientais detectados.

Os participantes também estudaram sobre o uso sustentável da caatinga e sobre o Fundo Municipal do Meio Ambiente. O curso também ofertou oficinas sobre planejamentos de projetos para serem desenvolvidos nas secretarias municipais e sobre análise e solução de problemas através do des envolvimento de planos de ação.

Last modified: 23 de agosto de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content