Fé e tradição marcam o dia do sanfoneiro em Gravatá

3 de agosto de 2017

Fotos: Allan Torres / Anderson Souza – SECOM Gravatá

A sanfona ditou o ritmo em Gravatá na noite desta quarta (2), artistas da região homenagearam o rei do baião com muito forró pé de serra.

A Lei Municipal que instituiu no dia 02 de agosto como o Dia do Sanfoneiro em Gravatá foi criada em 2006 e voltou a ser comemorada com muita festa e celebração eucarística.

O prefeito Joaquim Neto frisou a importância de comemorar esta data.

“O sanfoneiro tem um papel de destaque em nossa cultura, é justo que a nossa cidade preste homenagens aos artistas e mantenha viva nossas tradições.” Afirmou.

As celebrações começaram por volta das 19h com uma missa na Igreja Matriz de Sant’Ana, onde os instrumentos foram benzidos pelo Pe João Paulo, em seguida os artistas se apresentaram na praça Matriz cantando clássicos do rei do baião e de artistas consagrados.

O sanfoneiro Cezzinha, discípulo de Dominguinhos participou das apresentações e elogiou a iniciativa.

“Fiquei muito feliz em participar deste momento que valoriza a nossa arte da sanfona e presta homenagens aos grandes mestres Luiz Gonzaga e Dominguinhos, é um orgulho poder participar deste evento, parabéns a todos pela realização.”

O gravataense Valmir Lira tem 27 anos e faz parte da nova geração de sanfoneiros.

“Minha família é composta por sanfoneiros, a arte é passada de geração em geração e ver que somos valorizados em nossa cidade é bastante gratificante.” Disse.

A população dançou e aproveitou cada minuto das apresentações.

“Foi muito bom, uma festa para toda a família curtir, parabéns a todos pela iniciativa e realização desse grande evento.” Disse Clotilde Santos.

Last modified: 3 de agosto de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *