Famílias gravataenses comemoram início das obras do Programa Minha Casa, Minha vida

22 de fevereiro de 2018

Fotos: Allan Torres e Anderson Souza / SECOM Gravatá

Hoje foi um dia especial para Maria de Nazaré, que recebeu a notícia de que seria beneficiada com uma das casas populares da primeira etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida. Ela vive há mais de 15 anos na rua da Linha, primeira área contemplada com o programa, que na fase inicial irá atender 194 famílias gravataenses que vivem na comunidade.

“Quando eu cheguei aqui e vi o desenho das casas que a gente vai morar nem acreditei, é muito mais que um sonho, nunca pensei que esse dia ia chegar. Agora vou ter um lugar melhor para criar os meus filhos.” Disse Nazaré.

Durante a cerimônia que marca o início das obras, o prefeito Joaquim Neto destacou o momento como ímpar, e agradeceu a todos que contribuíram para que o projeto fosse concretizado.

“Essas casas representam bem mais que um teto, elas são símbolo de dignidade e cidadania para o nosso povo. Lutei incansavelmente para que isso aqui acontecesse e me orgulho imensamente em ver o sorriso de tanta gente que terá a oportunidade de ter um lar com conforto. Só tenho que agradecer a todos que estiveram do meu lado e me ajudaram nessa árdua jornada, vamos lutar para que possamos fazer bem mais por mais famílias de Gravatá.” Disse o Prefeito.

Nesta etapa, 194 unidades serão construídas com aproximadamente 45 m², contendo sala, cozinha, dois quartos, banheiro e área de serviço. Para esta primeira fase o investimento é de mais de 14 milhões de reais. No total serão construídas 648 casas populares, investimento de quase 45 milhões de reais.

O Deputado Federal, Bruno Araújo, reafirmou o seu compromisso com o povo gravataense.

“Enquanto Ministro das Cidades, tive a oportunidade de trazer mais de 3 bilhões de reais para investir mais de 100 municípios pernambucanos. Por muito tempo Gravatá ficou esquecida, de fora dos programas habitacionais, e agora, saber que ao lado de Joaquim Neto, estamos mudando a vida dessas famílias é simplesmente gratificante.” Declarou.

As residências serão localizadas no Conjunto Habitacional Riacho do Mel. A área destinada para a construção é de cerca de 660 mil m² e além das unidades habitacionais haverá creche pública e uma quadra aberta para o entretenimento da população. 

“Para que a gente consiga aplicar recursos do Governo Federal no município é preciso que haja muito empenho da Prefeitura, e estar aqui hoje significa que os esforços valeram a pena. A construtora Vigga irá construir um empreendimento que atende a todos os critérios exigidos, oferecendo mais saúde pública, mais cidadania e mais acessibilidade.” Disse Simone Nunes, Superintendente Regional da Caixa Econômica Federal.

Equipes das Secretarias de Assistência Social e Juventude realizaram uma força-tarefa para cadastrar moradores de áreas de vulnerabilidade social que serão contemplados com as unidades habitacionais. Os contratos serão assinados pelas moradoras responsáveis pelo lar.

Last modified: 22 de fevereiro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *