Famílias do Assentamento Santo Antônio recebem equipe da Prefeitura de Gravatá e realizam cadastro no NIS

23 de fevereiro de 2021

Ação dá pontapé inicial na descentralização do atendimento social almejado pela gestão do município

A Prefeitura de Gravatá, por meio da secretaria Assistência Social e Juventude, foi até o Assentamento Santo Antônio, zona rural, e realizou o cadastro de 25 famílias da localidade no Número de Identificação Social (NIS), nesta terça-feira (23).

O gestor do Cadastro Único da prefeitura de Gravatá, Wrias Paiva, explicou que o registro dessas pessoas no NIS é necessário. “A presidente da associação dos moradores do assentamento viu que muitas famílias não tinham o número NIS, para levar ao INCRA ou INSS, por exemplo, e já era um desejo do prefeito padre Joselito e da secretária Viviane descentralizar o atendimento do Cadastro Único. Juntou as duas coisas e nosso objetivo é ampliar essa descentralização para a área rural da cidade, começando por aqui pelo assentamento”, explicou.

O número do NIS é importante porque é a porta de entrada para qualquer programa social, como Bolsa Família, Programa Minha Casa, Minha Vida, o programa de cisternas da zona rural e até para a aquisição da terra do INCRA.

A presidente da Associação dos Moradores do Assentamento, Edilene Maria dos Santos Araújo, falou como a prefeitura contribuiu ao levar a equipe até os moradores do local. “A maioria das pessoas são idosas e não tinham condições de levarmos essas pessoas à sede onde faz o cadastro e além disso tem a questão da pandemia, que iria expor todas elas. Então foi uma ajuda muito grande do prefeito e da secretária e ficamos muito agradecidos”.

A secretária municipal de Assistência Social e Juventude, Viviane Facundes, acompanhou o cadastro e falou que o atendimento descentralizado traz outros benefícios. “Ação social é missão. Recebemos essa missão e estamos tentando e dando o nosso melhor que a gente pode para essa população que tanto precisa. A nossa missão é facilitar a vida das pessoas e o nosso compromisso é com as pessoas. A gente trazendo uma ação dessa a um assentamento pra zona rural, para esses lugares onde as pessoas têm dificuldade para se locomoverem até sede é importante, porque além da gente trazer esse benefício, a gente descobre outras coisas que a comunidade precisa e podemos trabalhar a gestão melhor, pois nosso compromisso, junto com padre Joselito prefeito, é trabalhar pelas pessoas”.

Atualmente, 102 famílias moram no Assentamento Santo Antônio, na área rural de Gravatá.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Nilson Silva

Last modified: 23 de fevereiro de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content