Encontro interinstitucional discute enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes – Prefeitura de Gravatá Encontro interinstitucional discute enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes – Prefeitura de Gravatá

Encontro interinstitucional discute enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

26 de abril de 2018

Fotos: Andersou Souza/SECOM Gravatá

A violência infanto-juvenil foi uma das principais temáticas abordadas durante a manhã desta quinta-feira (24). O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) em Parceria com a Prefeitura Municipal de Gravatá e entidades organizadas  estiveram reunidos no auditório da Secretaria de Educação para juntos promoverem o  Encontro Interinstitucional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual contra crianças e adolescentes
Formaram  a mesa de discussão, os Promotores de Justiça, Fernanda Nóbrega, Luiz Guilherme Lapenda e Tatiana Barros, a Assistente Social do MPPE, Maria Luiza Duarte, a Secretária de Assistência Social e Juventude, Ana Lourdes, O Secretário Executivo Fernando Júnior, O Major Álvaro Bantim da Polícia Militar, a Policial Rodoviária Federal, Luciana Lima, a Delegada de Polícia Civil, Juliana Garcia de Melo e a  Conselheira Estadual de Diretos das Crianças e Adolescentes, Taciana Castelo Branco.
“Fico muito feliz que esse projeto tenha sido realizado em Gravatá hoje.Esse encontro nos possibilita uma nova perspectiva e diretrizes para que atuação de combate à violência seja feita  com mais segurança na esfera infanto-juvenil e para desconstituir o mito da impunidade que norteia a percepção da situação dos adolescentes em conflito com a lei.” Disse a Promotora de Justiça, Fernanda Nóbrega.
O objetivo do encontro foi contribuir para o fortalecimento da Rede de Proteção de Crianças e Adolescentes vítimas de violência sexual no Estado. A reunião também proporcionou a troca de informações quanto às ações existentes de prevenção ao abuso e à exploração sexual nos municípios de Gravatá, Bonito, Barra de Guabiraba, Chã Grande, Glória do Goitá, Chã de Alegria, Moreno, Pombos, São Joaquim do Monte e Vitória de Santo Antão.

“É um momento de suma importância para entender a problemática da violência infanto-juvenil e procurar novas ações que venham fortalecer o combate ao crime. Temos feito um trabalho de conscientização em grandes eventos e no dia dia em Gravatá e vamos adotar novas práticas.” Disse Ana Lourdes, Secretária de Assistência Social e Juventude.

Last modified: 26 de abril de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content