Educadores e comunidade transformam unidades escolares

16 de fevereiro de 2017

Fotos:Allan Torres/SECOM Gravatá

As escolas municipais já estão preparadas para acolher os estudantes no ano letivo de 2017. Atualmente a rede municipal de Gravatá conta com 53 escolas, localizadas na zona urbana e rural.

A escola Maria Alice da Veiga Pessoa é um exemplo de que a dedicação do profissional pode mudar o cenário em que ele trabalha. A diretora da escola, Sunamita Albuquerque, conta que quando chegou à escola, 4 anos atrás, a situação era de verdadeiro abandono.

“A infraestrutura  tem um peso muito grande na permanência do aluno na escola, o ambiente precisa ser agradável para que a criança se sinta confortável e segura.” Após muito esforço e com a ajuda da comunidade, a escola hoje é referência na educação gravataense.

Além do ensino de qualidade, e em tempo integral, a escola Maria Alice, hoje, possui oficinas de karatê, computação, aulas de reforço para português e matemática, área verde com horta cultivada pelos alunos, playground para recreação e promove periodicamente passeios e projetos para incentivar os estudantes a aprender de forma mais dinâmica.

 

Dona Vilma Maria, afirma que foi estudante dessa escola, seus filhos também já estudaram nela, e hoje seus três netos são educados no mesmo ambiente.

“Ver a escola assim é muito bom, a prefeitura está fazendo um bom serviço, melhorou demais.”

Todos os professores que lecionam na rede municipal de Gravatá possuem graduação e especialização, eles são capacitados para atender os alunos da melhor forma possível.

A Prefeitura de Gravatá  vai incentivar as muitas iniciativas que visem melhorar a qualidade de ensino. Este ano, os professores vão participar de um dia de acolhimento com palestras e vivências pedagógicas e ao iniciar o ano letivo os alunos receberão kits com materiais escolares.

Last modified: 17 de fevereiro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *