Educação Inclusiva: Prefeitura realiza obras de acessibilidade em escolas municipais

16 de agosto de 2019

Fotos: Ricardo Labastier/ SECOM Gravatá

Na manhã desta sexta-feira (16), a Prefeitura de Gravatá, através das Secretarias de Educação e Infraestrutura, iniciou algumas obras que irão garantir a acessibilidade em escolas da rede municipal de ensino que acolhem alunos com deficiência física e dificuldades de locomoção. Desta vez, as escolas contempladas com as reformas são a Edgar Nunes Batista, no bairro do Prado, e  a Capitão José Primo de Oliveira, no Centro.

Na Escola Edgar Nunes Batista, será construído mais um banheiro com acessibilidade, além da execução de algumas adequações no banheiro já existente na instituição. Para oferecer mais segurança, também será aplicado um piso tátil de alerta em entradas de salas de aula, para alunos com deficiência visual. 

“Essa iniciativa traz a possibilidade de que a escola seja um espaço acessível para todos. Toda a obra está sendo muito bem pensada. Contamos com alunos com deficiência física em nossa instituição e isso vai facilitar bastante o acesso, tanto para os estudantes, quanto pra quem visitar a escola,” disse Suzana Nunes Batista, Gestora Escolar da unidade de ensino.

Na Escola Capitão José Primo de Oliveira, mais um banheiro com acessibilidade também será construído, bem como, haverá a reforma do banheiro que já existia no espaço. Além disso, um corrimão será instalado na rampa e a aplicação de piso tátil de alerta também será realizada. Na área externa,  a calçada da escola será nivelada, deixando todo o prédio com uma estrutura adaptada para a recepção de pessoas com dificuldades de locomoção.

“Essa reforma trará benefício em cem por cento para os alunos com dificuldade de mobilidade. Muitas vezes, nós precisávamos realocar estudantes para outras escolas com acessibilidade por essa dificuldade de acolhê-los aqui. Mas agora, com essa reforma, isso não será mais problema,” enfatizou Érica Souza, a Gestora Adjunta da escola.

As reformas nestas instituições e em outras já realizadas na rede municipal de ensino são fruto de recursos federais obtidos através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – (FNDE), por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola – (PDDE) e pelo Programa Escola Acessível. Criado em 1995, o PDDE visa prestar assistência financeira para as escolas públicas, contribuindo na melhoria da infraestrutura física e desenvolvimento do desempenho escolar dos estudantes.

Last modified: 16 de agosto de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content