Dia do Estudante é comemorado em Gravatá com palestra do paratleta João Ivson

12 de agosto de 2019

Fotos: Ricardo Labastier / SECOM Gravatá

Para celebrar o Dia do Estudante, comemorado no dia 11 de agosto em todo o Brasil, a Prefeitura de Gravatá, através da Secretaria de Educação, promoveu nesta segunda-feira (12), uma palestra motivacional para os alunos da rede municipal de ensino, com o paratleta da Seleção Brasileira e campeão nacional e internacional em Tiro com Arco, João Ivison. O evento aconteceu na quadra da escola das irmãs Salesianas, Instituto Nossa Senhora de Lourdes.

O momento contou com a participação de cerca de 700 alunos do Ensino Fundamental das escolas municipais, além dos próprios estudantes do instituto.

“Achei fantástico. Essa foi uma grande chance que tivemos de conhecer a história de João Ivison pra gente se inspirar nela. Tem dias que a gente precisa de uma injeção de ânimo, de alguém pra nos motivar e, hoje, tivemos essa oportunidade,” disse João Vitor, 15 anos, aluno do 9º Ano da Escola Cônego Eugênio Vilanova.

A Secretária de Educação, Iris Dias, falou sobre a ideia de trazer o famoso paratleta para comemorar a data no município.

“Foi tudo pensado e feito pra essa nova geração, que é o futuro dessa cidade. Trazer um palestra com o histórico de vida e de superação, como é a de João Ivson, é uma forma de incentivar e mostrar que os nossos adolescentes podem fazer tudo o que se propuserem a fazer. Não deixar de sonhar é o primeiro passo,” disse.

 

“A educação vai além da sala de aula. Ela é feita em parceria com a escola, a família e, principalmente, com o aluno, que é o nosso maior protagonista em todo o processo educativo. Foi por isso, que trouxemos João Ivson pra que cada estudante se sinta motivado a persistir com os seus sonhos. Nosso intuito sempre foi o de dar uma boa estrutura pra que esses jovens possam fazer boas escolhas no futuro, tornado-se bons profissionais e, principalmente, cidadãos conscientes e participativos,” registrou o Prefeito Joaquim Neto, que fez prestigiou o evento.

O palestrante, João Ivison, que além de ter sofrido um acidente em 2013, deixando-o paraplégico, também lutou contra o mundo das drogas. Seu exemplo de vida fez com que ele falasse para os jovens sobre sua trajetória e história de superação, já que diante de todas as dificuldades enfrentadas, tronou-se um dos paratletas mais respeitados e premiados do Brasil.

“Quando você acha que tudo acabou, que não há mais jeito e que ali é o limite, é nesse momento que você deve buscar forças para não desistir dos seus sonhos e acreditar em si mesmo. Quando comecei a usar drogas, achei que estava sendo ‘descolado’ e meu caminho foi a cadeia. Hoje, tento passar meu exemplo pra que a juventude veja que drogas nunca é uma boa ideia,” falou.

Sobre João Ivson:

João Ivison é dono de uma história de superação que serve de exemplo e motivação para todos. Aos 35 anos, foi o atleta homenageado nos Jogos Paralímpicos de Pernambuco em 2018. Ele é o atual campeão brasileiro do Tiro com Arco, sendo o primeiro pernambucano a conquistar esse título. Além de ter conseguido no ano passado uma medalha de ouro com o Brasil no Mundial em Dubai com o “mix team” da seleção brasileira.

Mas nem só de conquistas vive a trajetória de um campeão como ele. Antes de se tornar atleta, João Ivison levava uma vida difícil. Envolvido com o tráfico de drogas, cumpriu pena entre 2005 e 2010, antes de seu acidente em 2013, quando acabou capotando com o carro e ficando paraplégico. Com uma lesão medular, João passou um ano no hospital até começar a fisioterapia.

Enquanto ia tentando se recuperar, uma fisioterapeuta indicou que João tentasse algum tipo de esporte para cadeirante. Ativo como sempre foi, deu os primeiros passos no basquete, antes de encontrar o Tiro com Arco. 

Foi em 2016, quando um amigo informou sobre o Tiro com Arco que acontecia no Santos Dumont, que o esporte se apresentou na vida de João. Lá, o pernambucano começou a realizar os primeiros treinamentos. Aos poucos, a sua vida foi melhorando. Vendo que levava jeito no esporte, procurou se aperfeiçoar na modalidade e chegou a passar três meses treinando no Náutico. 

Em 2017, no Cabo de Santo Agostinho, cidade em que vive, João teve o apoio da prefeitura e conseguiu disputar o Campeonato Brasileiro daquele ano, já alcançando o segundo lugar.

Em abril de 2018, voltou mais forte e conquistou o inédito título nacional de Tiro com Arco. No dia 12 de agosto, ainda do ano passado, disputou o Pan-americano na Colômbia e mais uma competição internacional nos Estados Unidos. O objetivo do pernambucano é participar dos Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020.

Last modified: 12 de agosto de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content