Desenvolvimento rural: 400 cisternas estão sendo construídas para as comunidades rurais gravataenses

16 de outubro de 2019

Fotos: Bruno Santana / SECOM Gravatá

As obras de abastecimento de água em Gravatá têm mudado a vida de centenas de famílias da zona rural. 400 cisternas estão sendo construídas nas áreas mais secas do município, através da adesão da Prefeitura de Gravatá ao “Programa Cisternas” do Ministério da Cidadania, por meio da Associação de Orientação às Cooperativas do Nordeste – ASSOCENE, órgão que gere o programa e da Associação de Cooperação Agrícola do Nordeste – ACANOR, empresa responsável pelas construções. As obras, que tiveram início em março de 2018, estão sendo finalizadas e a previsão é que até o mês de novembro todo o serviço já tenha sido concluído.

“Vamos conseguir finalizar as obras antes do prazo, graças ao apoio e parceria da Prefeitura de Gravatá, que realizou o cadastramento e a escavação dos locais onde as cisternas estão sendo instaladas”, informou Lício André, Supervisor da ASSOCENE.

Josefa Francisco, moradora do sítio Caroá, está com um reservatório de 16 mil litros em construção, o que ela intitula de ‘construção de um sonho’.

“Isso pra mim é muito mais que uma cisterna, é uma mudança de vida. Eu já estou com idade avançada e carregar água estava cada vez mais difícil, sem falar que pegávamos de um barreiro e a água não era boa pra consumo. Mas, agora, tudo está mudando. Vou ter água limpa no quintal da minha casa. Sonhei muito com esse dia e ele, finalmente, chegou. Só tenho o que agradecer ao nosso Senhor e ao Prefeito Joaquim Neto, que trouxe essa benção para a gente”, enfatizou.

Na casa de João Bento de Araújo, a cisterna já trouxe bons resultados. O reservatório foi construído há cinco meses e, graças à coleta da água da chuva, durante o inverno, ele está abastecido e suprindo as necessidades da sua família.

“Choveu muito, graças a Deus, e não houve desperdício de água. As equipes instalaram as calhas em cima da minha casa e toda essa água da chuva vai direto pra cisterna. Além do benefício de ter acesso à água no terreiro de casa, a gente também fez uma grande economia, porque tínhamos que comprar água pra consumir e, agora, tudo mudou. Está perfeito”, declarou.

Além da construção dos reservatórios, também está sendo realizada uma capacitação sobre os cuidados e manutenção das cisternas, para que as famílias saibam como tratar a água e utilizar os reservatórios da melhor forma possível. O Secretário de Desenvolvimento Rural, Aarão Lins Netto, enumerou algumas das ações da prefeitura que proporcionaram outras melhorias para a zona rural gravataense.

“É uma grande satisfação ver esse projeto já na reta final e com tantas famílias sendo beneficiadas. Esse é um programa de sustentabilidade e que garante uma qualidade de vida para que as famílias não sejam vítimas do êxodo rural, por causa da seca. Recebemos a missão do prefeito de melhorar a vida do povo do campo, trazendo estradas melhores, acesso à água potável, auxílio na aração, preparo da terra e ações que têm um significado muito importante para essa população”, falou.

A Secretaria de Desenvolvimento Rural segue articulando novas parcerias para que, em breve, novas cisternas sejam construídas em Gravatá. Para saber mais sobre o “Programa Cisternas”, acesse: http://mds.gov.br/assuntos/seguranca-alimentar/acesso-a-agua-1/programa-cisternas

Last modified: 16 de outubro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content