Conferência Municipal de Educação de Gravatá debate propostas para a rede nos próximos anos

6 de novembro de 2018

Fotos: Anderson Souza / SECOM Gravatá

Teve início na noite desta segunda-feira (5) a Conferência Municipal de Educação de Gravatá – 2018 no Hotel Villa Hípica.

Com o tema “O Plano Municipal de Educação e a construção da política educacional de qualidade”, a abertura do evento se deu com a palestra “O Plano Municipal de Educação e sua relação com a BNCC na elevação da qualidade da educação.” Estiveram presentes na ocasião o Prefeito Joaquim Neto, que realizou oficialmente a abertura das solenidades, a Secretária Municipal de Educação, Iris Dias, secretários e representantes da gestão e educadores que compõem os fóruns de educação, além do Presidente da Câmara de Vereadores, Leonardo José.

Com o objetivo de serem discutidas as metas estabelecidas no Plano Municipal de Educação – (PME), elaborado em 2013 e com vigência até 2023, cerca de 200 professores do município foram distribuídos, na manhã desta terça-feira (06), em sete grupos, de acordo com suas áreas de atuação: Educação Infantil; Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Finais; Educação do Campo; Educação de Jovens, Adultos e Idosos; Educação Especial e Inclusiva; Formação e valorização do magistério; Gestão e financiamento da educação.

“Essa conferência representa uma oportunidade de monitorar o Plano Municipal de Educação, o qual nós, professores, construímos e, portanto, devemos fiscalizar as metas que estão sendo cumpridas. Devemos também entender o motivo de algumas delas não estarem sendo realizadas para que possamos identificar as falhas para saná-las. Este é um espaço para discussão e debate para enriquecimento da educação. Estávamos sentindo falta dessa aproximação com a gestão e com os profissionais. Hoje, Gravatá vive um momento com mais transparência, em que todos podemos discutir e trocar ideias”, destaca Joelma Maria de Carvalho, professora efetiva há 17 anos e membro da Diretoria Colegiada do SIP Sindicato dos Professores de Gravatá – (SIPROG).

A Secretária de Educação, Iris Dias, aproveitou o momento para relembrar o compromisso do governo municipal em promover o diálogo entre os diversos atores da educação municipal para criar novos caminhos para o alcance das metas estabelecidas.

“Os encontros precisam ser anuais, porque só sabendo onde estamos, é que podemos saber para onde queremos ir. Este ano já estamos alcançando grandes resultados com os professores efetivos e, a partir do ano que vem, queremos envolver também os contratados, para elaborarmos juntos o plano de metas”, falou.

José Honorato, professor da rede municipal há 12 anos, participou dos debates e classificou o momento como fundamental.

“Precisamos de mais momentos como este para trocar nossas experiências. Ouvir o que tem dado certo com nossos colegas e tentar colocar em prática é importante, porque precisamos ir atrás do que é bom e nos reciclar como profissionais. Apesar do Brasil estar em um momento difícil no que diz respeito à educação, acredito que com a ajuda de todos, iremos alcançar as metas, pois a mudança tem que envolver a sociedade, os professores, a gestão e os alunos” afirmou.

A programação continua nesta tarde, com a apresentação dos estudos e relatórios das metas e estratégias elaboradas pelas sete comissões e se estende até a noite com uma confraternização entre os professores efetivos e contratados de Gravatá.

Last modified: 6 de novembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content