Cavalos gravataenses se destacam na 38ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador em Belo Horizonte

18 de julho de 2019

O município de Gravatá, um dos principais criatórios de equinos do Brasil, está sendo representado na 38ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador, que acontece de 16 a 27 de julho, em Belo Horizonte.

A competição, que conta com mais de 1500 animais disputando a consagração máxima da raça, tem representantes de 14 haras gravataenses, que são a Lucchese, Apipucos, Felice, Santos da Serra, Xadrez, Calúli, na Roça, Arena, Torque, Pachamama, Mandacaru, Damari, Iluminata, Vila Real e Geva, fortes concorrentes que podem, mais uma vez, trazer títulos de Campeões Nacionais para Gravatá, como tem acontecido ao longo dos anos.

E já teve gravataense fazendo bonito na competição. O cavalo Expresso da Roça, da criadora Regilane Travassos, do Haras da Roça, conquistou o prêmio de Marcha Picada na categoria castrado, primeiro título gravataense nesta edição de 2019.

Realizada pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador – (ABCCMM), a exposição também celebra os 70 anos de fundação da ABCCMM, ocorrida em 16 de julho 1949.

Ao longo dos 12 dias de exposição, os visitantes podem participar de programação diversificada, com campeonatos de Marcha (Marcha Batida e Marcha Picada) e Morfologia, e ter acesso a uma série de produtos e serviços ligados à Equideocultura.

Para saber mais, acesse: http://www.abccmm.org.br/projeto/nacional2019

Last modified: 18 de julho de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content