Cadastramento Biométrico: Prefeitura concede estagiários ao TRE para agilização dos cadastros no município

18 de março de 2019

Fotos: Bruna Oliveira / SECOM Gravatá

Atendendo ao pedido do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco – (TRE), a Prefeitura de Gravatá cedeu, nesta segunda-feira (18), dez estagiários do curso de Direito para atuarem no processo de cadastramento biométrico dos eleitores da zona eleitoral de Gravatá.

Como a partir das eleições de 2020 a identificação dos eleitores no município de Gravatá será realizada através de biometria, o TRE pediu o reforço à Prefeitura de Gravatá com o objetivo de agilizar o processo de cadastramento biométrico no município, visto que nas últimas eleições o total de eleitores no município foi de 64 mil. Com o reforço da atuação dos estagiários, cerca 200 pessoas poderão ser atendidas diariamente.

“Com o aumento no número de cadastradores, poderemos agilizar o processo. Nossa meta é que até o início de 2020, 80% do eleitorado já tenha sido cadastrado,” disse o Juiz Eleitoral Severiano Antunes.

Além dos estagiários do curso de Direito, a prefeitura também disponibilizou a Guarda Municipal para auxiliar na organização das filas de espera para os cadastros.

“Sabemos da importância do serviço e firmamos esta parceria para dar todo o suporte que o TRE precisar. Estamos também viabilizando um local para atendimento extra,” explicou a Chefe de Gabinete do Prefeito, Edvânia Pires.

A aluna do 5º período de Direito, Maria Eduarda Mascarenhas, conta sobre sua satisfação em integrar a equipe.

“É uma grande oportunidade de aprendizado. Estou muito feliz em ter conseguido o estágio. Vou aproveitar ao máximo para adquirir conhecimento e colaborar com este momento tão importante para o nosso município,” contou.

Sobre o cadastramento biométrico:

A revisão do título de eleitor com coleta biométrica é feita de forma gratuita. Quem não fizer o recadastramento poderá sofrer restrições no CPF, perder benefícios de programas sociais como o Bolsa Família, deixar de obter matrículas em instituições de ensino, ser impedido de tomar posse em cargo público, deixar de obter ou renovar passaportes, entre outros impedimentos.

Last modified: 18 de março de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content