Bloco das Trichas: Criatividade e irreverência no Carnaval de Gravatá

1 de março de 2019

Foto: Bruna Oliveira e Ricardo Labastier/ SECOM Gravatá

Uma brincadeira de amigos que já dura há trinta anos. É na quinta-feira que antecede a semana de Carnaval que o irreverente bloco das Trichas acontece. Esta é uma das datas mais aguardadas pelos gravataenses que apostam no humor para montar suas fantasias. 
Com concentração às 22h na Escola Cleto Campelo, o bloco, como sempre, foi marcado pela ousadia e alegria dos foliões, nesta quinta (28). O grupo percorreu as ruas da cidade com destino ao centro e não faltou animação. 
O professor Ivo Rodrigues participa pela 4ª vez do Carnaval de Gravatá e fala do diferencial que a cidade traz durante a época carnavalesca.
“Eu sou de Natal e é a quarta vez que venho para Gravatá no Carnaval. Eu gosto de participar da festa aqui porque além do clima bom, a cidade oferece outras opções nessa época, como o Festival de Jazz,” pontua.
O Prefeito Joaquim Neto, que também acompanhou o Bloco das Trichas, ressalta como Gravatá é um bom destino para aqueles que querem brincar o Carnaval com segurança. 
“É bonito ver as ruas da cidade lotadas com tanta gente tomada pela alegria. Em Gravatá, fazemos questão de oferecer um Carnaval seguro e tranquilo para o folião. A festa está só começando e esperamos a visita de gente de todas as partes,” diz. 
Sobre o bloco:
Vestidos, lingeries, salto alto, perucas, a regra da festa é utilizar peças do guarda roupa feminino para montar o look. A criatividade e a ousadia são as grandes aliadas dos rapazes que a cada ano surpreendem na criatividade das fantasias.
Fundado em 1989, o bloco surgiu como uma quadrilha junina chamada “Eles por elas”, em que os casais trocavam os papéis e homens se tornavam damas e as mulheres, os cavalheiros.

Last modified: 1 de março de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content