Audiência Pública discute transporte universitário intermunicipal

12 de setembro de 2017

Ocorreu na Câmara de Vereadores de Gravatá, durante a manhã desta terça (12), uma audiência pública. O objetivo foi debater possibilidades para auxiliar no transporte dos estudantes universitários do município. 

Criada em abril de 2017, a Associação dos Estudantes de Gravatá – AEGRA, solicitou ao poder legislativo e executivo que estudassem formas de contemplar os universitários com o transporte gratuito para as faculdades de Caruaru, Vitória de Santo Antão e Recife.

A secretária de Educação, Ana Patrícia Andrade, destacou como um processo gradativo e que a gestão possui o interesse em comum com os universitários e que vai lutar pela causa junto aos alunos.

“A Secretaria de Educação está aberta a diálogo, sabemos da necessidade e das dificuldades enfrentadas pelos universitários de Gravatá e vamos analisar, estudar e buscar atender a essa demanda.” Afirmou.

O secretário de Governo Joeides Pereira, destacou que é importante criar critérios avaliativos para que o serviço seja prestado aos estudantes que realmente não tenham condições de arcar com as despesas.

“Precisamos trabalhar dentro da nossa realidade orçamentária, e para que possamos atender a essa demanda é necessário que reformulemos a lei para que sejam contemplados os estudantes que realmente precisam deste transporte gratuito.” Disse.

Os vereadores, universitários e alunos dos últimos anos do ensino médio participaram da discussão e contribuíram com ideias e propostas, as quais os secretários de Educação e Governo tomaram nota e se responsabilizaram em analisar.

O Presidente da AEGRA, Magner Cristiano, fez um balanço positivo sobre a reunião.

“O primeiro passo já foi dado e ficamos muito satisfeitos em ver que o diálogo está aberto, que estamos sendo ouvidos. Sabemos que é um processo gradativo, mas essa audiência nos deu grande esperança, a nossa luta continua.” Disse.

Last modified: 12 de setembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *