Atleta gravataense é convocada para a Seleção Brasileira

26 de maio de 2018

Fotos: Anderson Souza / SECOM Gravatá

A atleta Maria Rayane tem apenas 15 anos, mas já acumula em sua carreira medalhas e troféus de fazer inveja em muitos veteranos no esporte.

No parabadminton ela descobriu sua vocação e aos onze anos, em sua primeira competição, subiu no lugar mais alto do Pódio na etapa nacional. Daí em diante foram pódios e medalhas em várias competições e hoje ela é referência no esporte brasileiro, ocupando o primeiro lugar no ranking como a melhor atleta da modalidade.

O Treinador de Rayane, Hamilton César, conta como Rayane entrou na sua vida e o quanto tudo mudou desde então.

“Quando ela sofreu o acidente e infelizmente perdeu a perna, eu fui o primeiro a chegar no local e prestei os primeiros socorros, segurei sua mão e sabia que aquela ligação não tinha sido por acaso. Participei de toda a sua recuperação, adaptação e junto com ela aprendi a vencer os obstáculos e fazer da dor uma motivação. Ela é meu orgulho!” Falou emocionado.

Rayane, apesar da pouca idade, já tem uma boa bagagem e conta sobre como tem encarado as mudanças.

“Acho que a gente tem agradecer a Deus todos os dias por estar vivo e dar o melhor de si em tudo o que faz, tento melhorar a cada dia, me impor desafios e treinar bastante e isso me deixa feliz porque estou fazendo o que amo e conquistando o que sempre sonhei.” Falou

Melhor do Brasil

As competições nacionais e internacionais do parabadminton somam pontos para o ranking, portanto cada torneio é uma oportunidade para pontuar e melhorar a posição. Por falta de apoio e investimento, os atletas gravataenses não conseguiam viajar até os locais de provas e por isso caíram no ranking.

Em janeiro de 2017, o prefeito Joaquim Neto foi apresentado aos atletas Maria Rayane e Wanderson Monteiro e conheceu suas histórias de superação. A partir deste momento os atletas tiveram o incentivo e puderam voltar a competir nas etapas nacionais e internacionais e em apenas um ano e meio depois, Rayane chegou ao primeiro lugar no rank brasileiro e Wanderson é o 9º colocado.

 

Seleção Brasileira

Em abril de 2018 chegou o sonho de todo atleta, a carta de convocação para a Seleção Brasileira. Emocionada, Rayane conta que a ficha ainda não caiu.

“As vezes eu nem acredito que isso realmente está acontecendo. Quando eu cheguei lá e me vi entre as melhores do Brasil e ainda todas falando que eu era a referência delas, foi simplesmente incrível. Só tenho que agradecer mesmo, a Deus e a todos que acreditaram em mim. Tenho muito orgulho de representar e ser o orgulho da minha cidade.” Contou.

Próximos passos

Representando o Governo Municipal, a Secretária de Educação, Carolina Campos, recebeu em seu gabinete a atleta, seu treinador e a vice-diretora da Escola Cônego Eugênio Vilanova, onde Rayane treina e estuda. Para melhorar ainda mais o desempenho dos atletas, a Secretária ouviu as demandas do treinador e garantiu que fará o que estiver em seu alcance para atendê-las.

“Sabemos que o esporte transforma vidas e quando se trata de um paratleta ele tem um poder de transformação ainda maior. Ver essa dedicação, esse talento sendo aproveitado e conquistando seu espaço é nossa grande recompensa, sem dúvidas alguma vamos apoiar no que pudermos.”

 

Panamericano e Paraolimpiadas

O sonho fica cada vez mais próximo de se tornar realidade. Ainda este ano as competições para somar pontos para o ranking que levará às disputas dos jogos olímpicos têm início, e nossa menina de ouro garante que está se preparando para fazer bonito quando chegar a hora.

Last modified: 26 de maio de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *