Alunos vencedores do concurso Resgate Histórico de Gravatá visitaram o Instituto Ricardo Brennand

20 de maio de 2019

Foto: Bruna Oliveira/SECOM Gravatá

Na sexta-feira (17), os alunos que garantiram as melhores colocações na 10ª edição do concurso Resgate Histórico de Gravatá, ocorrido no mês de fevereiro, ganharam uma viagem para o Museu Ricardo Brennand, em Recife. A viagem foi oferecida pela prefeitura, através da Secretaria de Educação.

Embora a premiação para a primeira colocação tenha sido o valor de 2 mil reais, a aula-passeio foi um prêmio geral para os 10 primeiros colocados que, com a viagem, ampliaram seus conhecimentos sobre a história e cultura de Pernambuco e do Brasil.

A vencedora do concurso, Fernanda Montenegro e estudante do 9° Ano da Escola Cônego Eugênio Villanova comentou sobre ter alçando esta vitória e de ter participado do passeio   .

“Gostei bastante de participar do concurso. Ele nos incentiva e nos prepara para as próximas competições. Fiquei surpresa por ter ganhado a competição e ter realizado essa viagem. Foi maravilhoso”.

A estudante do 9° Ano da Escola Municipal da Serra, Isabel Campos, ficou em 5° lugar e comentou o que achou do concurso e da viagem.

“Foi a primeira vez que participei deste concurso e achei muito bom por ter aprendido mais sobre a história de Gravatá. A premiação também foi ótima, porque através dela também aprendemos ainda mais sobre nossa história”.

Outra participante que surpreendeu a todos por ter sido a mais jovem vencedora do grupo foi a aluna do 5° Ano da Escola Municipal Maria Alice, Maria Clara, de 11 anos.

“Foi muito bom ter participado do concurso. Aprendi muita coisa. Nunca tinha vindo aqui. É tudo muito lindo e, como gosto de história, foi tudo ainda mais empolgante”, falou.

 

O “Projeto Resgate Histórico” surgiu no ano de 1996, através do Dr. Carlos Lippo. Ele teve essa ideia após receber o título de Cidadão Gravataense, após sua integração à Câmara dos Vereadores. Para honrar o título recebido, ele percebeu a necessidade de retribuir a homenagem de alguma maneira. Então, ele decidiu transmitir o sentimento de valorização da cultura local, disseminando fatos que foram importantes para a construção do município.

“Este concurso incentiva os alunos a conhecerem a história de Gravatá. Além disso, eles competem de forma saudável para conseguir a viagem. A prefeitura deu um grande apoio, oferecendo o passeio que foi muito produtivo para nossos estudantes”, falou o idealizador. 

O concurso acontece em três etapas. Nelas podem se inscrever alunos das redes públicas e privada do município. A competição consiste em perguntas e respostas orais em público sobre a história de Gravatá, em que vencem os alunos com o maior número de acertos. 

Last modified: 20 de maio de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content