Alunos da Escola Céu Azul aprendem sobre responsabilidade socioambiental durante visita ao Aterro Sanitário de Gravatá

2 de novembro de 2019

Fotos: Ricardo Labastier / SECOM Gravatá

Os alunos do 6º ano da Escola Céu Azul vivenciaram nesta sexta-feira (1), uma aula prática sobre educação ambiental no Aterro Sanitário de Gravatá. Os estudantes  tiveram a oportunidade de acompanhar o processo de descarte, tratamento e destinação de resíduos.

Segundo o estudante Tiago Císnero Cavalcanti, 11 anos, a visita propiciou aprendizado que complementou a teoria que foi ministrada em sala de aula e os conhecimentos adquiridos foram além de suas expectativas.

“Aprendi muito sobre a diferença entre um aterro sanitário e um lixão. É muito bom ver que nossa cidade se preocupa com o descarte correto, que não polui o solo porque colocam as mantas no chorume, que fazem a queimada do gás e deixam tudo certo, diferente de um lixão que descartam o lixo de qualquer jeito”, falou.

A gestora da escola, Joseane Morais, explica que a aula prática ajuda os alunos a fixarem conhecimento e tornarem-se cidadãos mais conscientes.

“É uma oportunidade de aprendizagem concreta porque na sala de aula eles possuem livros, imagens, teoria, mas aqui eles veem na prática como tudo é feito. Pensando nisso que solicitamos à Prefeitura de Gravatá essa nossa visita e fomos prontamente atendidos, levando todas as nossas turmas do 6º ano para conhecer o trabalho realizado no aterro”. Destacou

O coordenador de serviços do Aterro Sanitário, Lucivaldo Ferreira, mostrou o passo a passo do processo de destinação ambientalmente correta dos resíduos sólidos e mostrou também como ficará o aterro após a ampliação que está sendo realizada pela Prefeitura. 

“A gente explica tudo, desde a importância da separação do lixo para a reciclagem até o destino final onde os resíduos são descartados. Gravatá é uma das cidades pioneiras em Pernambuco a ter esse empreendimento que conta com diversos impactos ambientais positivos e é, ainda hoje, referência nesse quesito, servindo de exemplo para cidades vizinhas. Passar informações como essa para nossas crianças é fundamental, porque elas são o futuro de nossa cidade”, disse.

A visita foi encerrada com um plantio de mudas do pau-brasil e os alunos foram presenteados com garrafas, estimulando a diminuição do consumo de copos descartáveis durante o consumo diário na escola.

Last modified: 2 de novembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content