Alunos da EJA da Escola Edgar Nunes Batista recebem palestra sobre Empreendedorismo

19 de novembro de 2019

Fotos: Bruno Santana / SECOM Gravatá

A Prefeitura de Gravatá está levando a cultura do empreendedorismo para dentro da sala de aula. Através do programa piloto “Empreendedores do Futuro”, os alunos da Educação para Jovens e Adultos – EJA, da Escola Edgar Nunes Batista, estão aprendendo sobre mercado, investimento, marketing e como ter sucesso no próprio negócio.

“Depois que tivemos a ideia de ensinar além das disciplinas regulares e mostrar na prática o quanto o estudo e um bom planejamento podem mudar vidas, percebemos que o número de evasão escolar diminuiu e até quem havia desistido, voltou a estudar”, disse o vice-diretor e idealizador do programa Paulo Araújo.

O programa que tem a duração de seis meses já está em culminância, onde durante os dias 18 a 20 de novembro, os alunos empreendedores terão a oportunidade de conversar com profissionais, ouvir histórias de superação e tirar dúvidas sobre como começar ou expandir o próprio negócio.

Na noite desta segunda-feira (18), o empresário Ivanildo Severino dos Santos, contou sua história de vida, desde quando vendia coxinhas nos ônibus até hoje, onde ao lado de seu irmão montou uma das maiores franquias de salgados do Nordeste e emprega cerca de 500 funcionários.

“O primeiro passo é acreditar no seu sonho, não desistir e pedir o auxílio e orientação de Deus. Fico até emocionado ao contar tudo o que passei para chegar onde estou hoje, porque a gente não deve esquecer nunca de onde veio e ter gratidão por todos que nos ajudaram. À esses alunos eu só deixo uma mensagem, sonhem e acreditem, porque com Deus tudo é possível’”, falou.

 

“Eu achei muito bonita a história de vida dele. A gente vê o que o Rei das Coxinhas é hoje e nem imagina como tudo começou. Temos aprendido bastante nesse curso, percebi que nunca é tarde para se começar”, disse Maria Maria José de Santana, 40 anos, aluna do EJA II.

A programação continua nesta terça (19) e quarta-feira (20), com palestras sobre planejamento e orçamento financeiro e dicas para os microempreendedores individuais.

“Muitos aqui trabalham, sustentam suas famílias e, ainda assim, decidiram voltar a estudar. A gente vê isso como vitória porque há a vontade de aprimorar suas habilidades, de aprender coisas novas e o grande exemplo que temos disso é o palestrante da noite que veio de origem humilde e hoje é um dos maiores empresários do ramo alimentício de Gravatá”, explicou a coordenadora pedagógica, Alexsandra Mary.

 

Last modified: 19 de novembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content