Projeto Gestão Cidadã promove transparência e participação social em Gravatá

7 de novembro de 2018

Fotos: Bruna Oliveira – SECOM /Gravatá

O Prefeito Joaquim Neto consegue mais uma parceria que beneficiará a relação entre a gestão municipal e as entidades civis do município. Desta vez, foi aderido pelo município o Programa Gestão Cidadã, que é promovido pela Associação Municipalista de Pernambuco – (AMUPE), em parceria com a União Europeia.

O anúncio foi feito pelo prefeito nesta terça-feira (06), em reunião com representantes da AMUPE, junto a conselheiros e representantes dos conselhos municipais e das instituições civis do município.

O objetivo do programa é fortalecer o municipalismo; consolidar consórcios municipais; atuar de forma articulada e integrada com o estado e a União, incentivando a criação de órgãos associativos entre os estados, promovendo a realização de ações que busquem a maior efetividade na transparência e eficiência da gestão pública.

O prefeito fala o quão importante será ter esse projeto em Gravatá.

“Nossa gestão quer passar o máximo de transparência para mostrar à comunidade como os recursos públicos estão sendo investidos. Estou muito feliz por ter conseguido trazer para a cidade esse projeto da AMUPE que vai nos ajudar muito a avançar”, enfatizou.

Ana Neri dos Santos, Coordenadora do Projeto Gestão Cidadã, diz como é importante para os municípios terem esse projeto.

“O programa visa contribuir para que os municípios tenham maior transparência e participação da população, com ações no âmbito de formação, tanto para os gestores, quanto para os instrumentos que possibilitam uma maior clareza dos processos administrativos, como as ouvidorias e os canais que a população tem acesso à informação”, disse.

O Programa Gestão Cidadã foi criado em janeiro de 2017 e já está sendo executado em 16 municípios do Estado de Pernambuco. Edson Oliveira, que faz parte do Conselho da Criança e que também representa as rede das organizações sociais de Gravatá, vê esse projeto como um desafio para todos os participantes.

“É tudo muito novo e falar da Gestão Cidadã não é tão fácil assim. É um desafio! Está todo mundo aqui: o governo, a sociedade civil organizada. Juntos construimos um novo modelo de gestão e isso se torna interessante, porque  vai ajudar muito no avanço e possibilitará a proximidade da gestão atual com a população”, destacou.

Haverá ainda esse mês em Gravatá um encontro com todos os representante dos municípios que fazem parte do programa. A data e o local ainda serão definidos.

Last modified: 7 de novembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content